Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Simone Corsi aborda os progressos em início de temporada

O italiano tem sido um dos mais fortes competidores na classe de Moto2, neste início de temporada.

Simone Corsi tem vindo a realizar um início de temporada muito bom, conseguindo até ao momento 19 pontos, em resultado de uma oitava e quinta posições nas duas primeiras rondas da temporada de 2010, em Losail e Jerez. O piloto italiano parece ter-se ambientado bem ao chassis da Motobi da equipa JiR Moto2, liderada por Gianluca Montiron, além de mostrar estar a desfrutar desta experiência na classe de Moto2.

“Estou a aprender muito de cada vez que saio para a pista” disse o italiano, cuja experiência anterior havia sido adquirida na classe de 125cc, ainda que há tivesse corrido com uma 250 em 2005. “Esta moto é completamente diferente de qualquer outra que já tivesse pilotado, e requer uma adaptação do piloto para que consiga tirar o melhor partido da moto. Estou a gostar imenso porque permite um estilo de pilotagem mais solto e, claro está, tudo se torna mais espectacular.”

“Sinto-me bem, à minha volta há um ambiente construtivo e muito trabalho de equipa, o que é ideal para que se consiga trabalhar bem e de forma tranquila. O que realmente necessitamos é de tempo, porque é necessário fazer o maior número de quilómetros para que consigamos tirar o melhor partido da moto.”

Numa classe em que apenas se disputaram duas corridas, há ainda muitos aspectos onde é possível melhorar, quer pelos pilotos, quer pelas equipas, sendo uma delas a aderência. “As motos são novidade para todos, para os técnicos, para a Dunlop – ainda há muito que compreender. Algumas motos deslizam mais do que outras, e tudo muda de circuito para circuito, ou até mesmo de curva para curva.”

“Temos de fazer mais quilómetros para que consigamos concluir alguma coisa e comparar os dados que entretanto temos vindo a recolher,” acrescentou Corsi.

Sexto à geral após duas corridas, Corsi mantêm a calma, numa altura que a terceira ronda, em Le Mans, se aproxima.

“Sinceramente, todos os Grandes Prémios são uma surpresa, e por isso não posso ter expectativas. Estou certo que devo melhorar a minha performance na qualificação para poder largar para as corridas o mais à frente possível. Se não for assim tudo se torna difícil, muito difícil,” concluiu.

Tags:
Moto2, 2010, Simone Corsi, JIR Moto2

Outras actualizações que o podem interessar ›