Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Emoções do Moto2 vão continuar em França

Emoções do Moto2 vão continuar em França

A terceira ronda da categoria intermédia irá ter lugar em Le Mans, onde Shoya Tomizawa tentará consolidar a liderança no topo do Campeonato.

Na sua época de estreia, o Moto 2 parte agora para Le Mans, que será o próximo circuito a acolher o Campeonato do Mundo, na ronda três da categoria de 600cc. No final da segunda ronda do calendário de 2010, era o piloto japonês Shoya Tomizawa, da equipa Technomag-CIP que liderava a classificação geral, depois da vitória e do segundo lugar conquistados nas duas primeiras corridas.

O arranque da temporada foi muito bom para o piloto de 19 anos, que espera agora ter mais sorte do que na corrida de 250cc do ano passado, que não conseguiu terminar. Mesmo atrás do japonês, com apenas sete pontos de diferença, está Toni Elias. O espanhol já conheceu o sucesso na pista francesa, onde conseguiu a vitória na categoria das quarto de litro em 2003 - um dos seus três pódios da carreira. O primeiro lugar de Jerez fez com que seja agora um dos poucos pilotos com vitória em corridas de quatro categorias diferentes: Moto2, 125cc, 250cc e MotoGP.

O piloto da Interwetten Moriwaki Thomas Lüthi vai para a terceira ronda na terceira posição da classificação geral e, depois de duas vitórias em Le Mans (ambas na categoria de 125cc), deverá saber o segredo para fazer uma boa corrida. O pódio que conquistou em Jerez faz com que seja um dos favoritos para a próxima corrida.

O desejo de Jules Cluzel de fazer um bom Grande Prémio caseiro, combinado com a ambição de continuar nos primeiros lugares da classificação do Campeonato também deverão dar uma boa nota para o próximo fim-de-semana. O francês irá por certo querer ter mais sorte do que nas últimas temporadas, depois de não ter terminado a corrida de 250cc em 2008 devido a problemas físicos e de ter caído na qualificação no ano passado.

Alex Debón (Aeroport de Castelló-Ajo) regressa depois da desilução de Jerez e quererá se não melhorar, pelo menos manter o quinto posto da qualificação, enquanto Simone Corsi (JiR Moto2), Sergio Gadea (Tenerife 40 Pons) e Roberto Rolfo (Italtrans STR), todos entre os oito melhores do campeonato, estarão de olhos no pódio.

Os pilotos da Mapfre Aspar Julián Simón e Mike di Meglio vão correr pela primeira vez com o chassis da Suter esta temporada, uma mudança decidida a semana passada pela equipa espanhola. Em Le Mans haverá ainda a entrada do piloto belga Xavier Simon como wildcard, com o chassis Moriwaki sob a bandeira da Holiday Gym Franchises.

Tags:
Moto2, 2010, MONSTER ENERGY GRAND PRIX DE FRANCE

Outras actualizações que o podem interessar ›