Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Bautista determinado a correr contra as dores

Bautista determinado a correr contra as dores

O estreante de MotoGP espera estar apto para rodar no domingo em Le Mans depois de ter sido operado à fractura na clavícula. O seu companheiro de equipa na Rizla Suzuki Loris Capirossi também está desejoso por voltar à pista depois das três semanas de paragem.

Os pilotos da Rizla Suzuki Álvaro Bautista e Loris Capirossi rumam ao Monster Energy Grande Prémio de França deste fim-de-semana em diferentes formas físicas, mas com a mesma vontade de melhorarem os seus recordes pessoais no circuito de Le Mans.

Bautista vai para a pista francesa ainda a recuperar de uma operação à clavícula partida, lesão contraída num acidente durante um treino de motocross na semana passada, na tentativa de continuar a somar pontos para o mundial.

“Infelizmente para mim, tive um pequeno acidente na semana passada e fracturei o ombro. Já fui operado e, apesar das muitas dores, estou totalmente concentrado no fim-de-semana que tenho pela frente,” disse Bautista.

“Le Mans não é uma das minhas pistas preferidas e é a única onde nunca somei um pódio, pelo que seria muito bom mudar isso o mais depressa possível! Estive na pole em 2009 (nas 2500cc), mas só fui quarto no final, pelo que quero tentar quebrar esse recorde.”

O facto de estar a rodar contra as dores não afecta a vontade de brilhar de Bautista. Ele continuou: “Fui décimo em Jerez e tenho de trabalhar nisso, treinei um pouco no Teste, pelo que espero ser capaz de melhorar a tempo da corrida. O mais importante é rodar com a moto e dar o meu melhor.”

Capirossi terminou no pódio em Le Mans em 2006 e nunca ficou fora dos dez primeiros na pista, isto nas provas que logrou terminar. O italiano também está desejoso por voltar a correr.

“É impressionante pensar que estamos quase em Junho e que só fizemos duas corridas,” disse Capirossi. “Com tão pouca acção é difícil avaliar o ponto em que estamos neste momento, mas o Teste de um dia após a última corrida em Jerez foi muito bom para nós e demos positivos passos em frente.”

“Le Mans é sempre um risco porque nunca sabemos que tempo esperar, pelo que teremos de estar prontos para tudo. Uma coisa é certa, estou pronto para voltar a trabalhar e excitado com as perspectivas que temos pela frente – e espero que o Álvaro esteja pronto para correr, ele está a melhorar de forma contínua e necessitamos de dois pilotos fortes.”

Tags:
MotoGP, 2010, MONSTER ENERGY GRAND PRIX DE FRANCE, Alvaro Bautista, Loris Capirossi, Rizla Suzuki MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›