Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pilotos discutem perspectivas de Le Mans antes da corrida de domingo

Pilotos discutem perspectivas de Le Mans antes da corrida de domingo

Randy de Puniet, Valentino Rossi, Jorge Lorenzo, Dani Pedrosa e Casey Stoner foram os nomes do MotoGP presentes na conferência de imprensa de pré evento oficial do Monster Energy Grande Prémio de França nesta quinta-feira.

Jorge Lorenzo chegou a Le Mans para o Monster Energy Grande Prémio de França, terceira jornada do Campeonato do Mundo de MotoGP, e na conferência de imprensa de pré evento, nesta quinta-feira, sublinhou a sua determinação em defender a liderança inicial da classificação.

O piloto da Fiat Yamaha está no topo da tabela pontual fruto da vitória em Jerez e está confiante num bom resultado neste fim-de-semana num circuito que já lhe foi favorável no passado. Lorenzo foi segundo em Le Mans em 2008, na temporada de estreia na categoria rainha, e ganhou a corrida do ano passado depois de ter partido com pneus de chuva e terminado com slicks.

"Tantas corridas em tão pouco tempo é fisicamente duro porque estamos sempre na moto e não temos tempo para parar e descansar, mas para os pilotos não há melhor porque vivemos para correr quase todos os fins-de-semana,” declarou Lorenzo, que conta com uma vantagem de quatro pontos sobre o companheiro de equipa Valentino Rossi numa altura em que todo o pelotão se prepara para iniciar um período de cinco rondas de MotoGP em apenas sete semanas.

O espanhol também admitiu que o circuito de Le Mans é dos onde mais gosta de correr e acrescentou: “Gosto desta pista e todas as previsões dizem que não vai chover neste fim-de-semana, pelo que estou contente por estar neste magnífico traçado a desfrutar deste tempo belíssimo."

Um Teste positivo em Jerez após a corrida de há quase três semanas também deu mais optimismo a Lorenzo. “Testámos alguns componentes electrónicos em Jerez depois da corrida e também algumas outras coisas para melhorar as nossas primeiras voltas, mas principalmente testámos algumas partidas. Tive de me esforçar muito nas corridas para compensar as partidas este ano, pelo que é nisso que temos trabalhado para melhorar,” notou.

O nove vezes Campeão do Mundo e mais próximo rival de Lorenzo neste momento, Rossi, está agora quase totalmente recuperado da lesão no ombro contraída numa queda de motocross e que lhe causou problemas durante a corrida de Jerez.

"Sinto-me muito melhor do ombro. É claro que ainda não estou a 100%, mas estou claramente melhor que em Jerez,” explicou o italiano, que já venceu em Le Mans na categoria rainha por três vezes, mas que também teve algumas visitas decepcionantes, incluindo o 16º lugar do ano passado.

"Em Le Mans já tive resultados muito diferentes. Tive grandes corridas, com grandes vitórias, mas também tive algum azar e maus resultados. No ano passado tive o pior fim-de-semana de toda a época; nunca estive suficientemente rápido para rodar na frente e fui último. Foi muito mau!"

"Esta pista é sempre muito traiçoeira porque precisamos de um acerto estranho para termos boa estabilidade em travagem. Há sempre problemas com os cavalinhos em aceleração à saída do gancho, mas ao mesmo tempo temos de ter uma moto rápida para a última parte da pista e boa agilidade,” acrescentou.

Dani Pedrosa, da Repsol Honda, é outro piloto que já conta com vitórias em Le Mans, se bem que três delas delas foram conseguidas nas 250cc e 125cc. Após o segundo posto e positivo teste pós corrida em Jerez há três semanas, Pedrosa vai levar a cabo o 150 GP da carreira no domingo.

"Por um lado, esta pista é muito rápida, mas por outro é muito dura porque é muito exigente nos travões e tem muitos pontos de ultrapassagem,” disse. “Aqui as corridas são sempre boas e em anos anteriores também já tivemos muito trabalho porque tivemos de trocar de motos, ou porque o tempo esteve instável, pelo que é divertido."

Casey Stoner, actualmente em oitavo no campeonato, estava optimista quanto às possibilidades de recuperar alguns pontos face aos principais rivais neste fim-de-semana, mas o australiano recusou alimentar os rumores do paddock que dizem que está já em avançadas conversações com outras equipas para 2011.

Randy de Puniet prepara-se para correr em casa depois de duas boas qualificações neste início de temporada, mas o gaulês manteve-se realista em relação ao seu objectivo para este fim-de-semana.

"Esta corrida é muito difícil para mim; as últimas cinco vezes que corri aqui em MotoGP foram um desastre, apesar dos meus resultados anteriores, nas 250cc, serem bons. Este ano que estar na frente e, se conseguir, terminar no domingo atrás deste quatro pilotos (Lorenzo, Rossi, Pedrosa e Stoner), o que seria perfeito para mim. Estou confiante, mas vai ser uma corrida difícil, tal como as corridas já disputadas este ano."

Tags:
MotoGP, 2010, MONSTER ENERGY GRAND PRIX DE FRANCE

Outras actualizações que o podem interessar ›