Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Melandri: “Este ano é a última oportunidade”

Melandri: “Este ano é a última oportunidade”

O italiano optou por usar suspensões Showa no Monster Energy Grande Prémio de França na tentativa de melhorar as sensações e a mudança deu frutos ao piloto da San Carlo Honda Gresini que terminou em sexto.

Marco Melandri estava muito contente com a sua prestação em Le Mans, no domingo, onde terminou em sexto, uma melhoria que surgiu depois do italiano e da sua equipa San Carlo Honda Gresini terem decidido trocar de suspensão na RC212V e voltar à Showa para a terceira jornada do ano.

O piloto de 27 anos rodou com suspensões Öhlins antes de Le Mans, mas optou por voltar à Showa para tentar melhorar as sensações no circuito. A mudança foi positiva no traçado gaulês e Melandri explicou como espera ser capaz de encontrar uma solução permanente com a Öhlins para o resto da temporada.

“Estamos muito abertos. Montámos umas Showa, mas fomos muito claros com a Öhlins,” disse Melandri. “Explicámos o meu problema e para mim este ano é a última oportunidade, não posso ter muitas corridas más se quiser correr para o ano, pelo que compreenderam.”

“A Öhlins tem trabalhado muito para tentar ajudar-nos a resolver os meus problemas de sensações com a moto, mas para mim não era igual ao período em que rodava com Honda e Showa. Por isso falámos e tentámos a Showa para ver se tinha melhores sensações. Algo esteve melhor este fim-de-semana, mas estou certo que a Öhlins pode ajudar-me a trabalhar de novo com eles. Agora é muito importante ter isto confirmado. Vamos ter uma grande reunião esta semana e espero encontrar a melhor solução para todos.”

Avaliando a corrida, Melandri falou ainda de como lutou arduamente para manter a sexta posição. “Foi uma boa corrida para mim. A qualificação foi muito difícil, mas a equipa trabalhou muito de manhã e encontrou uma afinação melhor para a corrida. Fiz uma boa partida, mas no início não estive muito agressivo porque não gostava muito do que sentia com o pneu traseiro. Ao cabo de algumas voltas, quando o pneu ficou quente, as sensações melhoraram. A pista estava muito complicada por causa do vento, pelo que me esforcei muito para tentar apanhar o Nicky, mas cometi alguns erros. Talvez faça melhor da próxima vez e apanhe os tipos da frente, mas estou contente e quero agradecer à equipa porque me tem apoiado muito.”

Melandri prepara-se agora para a corrida em casa, em Mugello, onde espera continuar o progresso com a sua Honda satélite.

“É uma das melhores pistas do mundo,” afirmou. “O piso é muito irregular, mas espero que o tempo esteja tão bom como aqui e vou tentar voltar a fazer uma boa partida e lutar um pouco mais pelo pódio. Vai ser difícil, eu sei, mas quero fazer isso.”

Tags:
MotoGP, 2010, MONSTER ENERGY GRAND PRIX DE FRANCE, Marco Melandri, San Carlo Honda Gresini

Outras actualizações que o podem interessar ›