Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Capirossi determinado em ultrapassar frustração francesa

Capirossi determinado em ultrapassar frustração francesa

O italiano está concentrado em continuar o bom trabalho feito na sua Rizla Suzuki durante o Monster Energy Grande Prémio de França, onde uma queda infeliz o obrigou a terminar a corrida mais cedo.

Loris Capirossi deixou Le Mans desapontado depois de um fim-de-semana onde provou ser um dos homens fortes da equipa da Rizla Suzuki. O piloto veterano caiu na corrida de domingo, quando era o único representante da equipa a correr. O seu companheiro de equipa, Álvaro Bautista, não chegou a alinhar na grelha de partida, devido às dores fortes que começou a sentir no seu ombro ainda em recuperação depois de uma queda na sessão de treinos.

Capirossi partiu da nona posição da grelha e estava a correr a bom ritmo quando caiu na volta sete. Apesar das tentativas para voltar a colocar a sua mota GSV-R em pista, foi obrigado a desistir.

“Foi outro infeliz final de fim-de-semana para nós”, afirmou. “Estava a ser o Grande Prémio do ano em que nós sentíamos melhor e trabalhámos muito nos treinos livres para corrigir tudo e tínhamos conseguido dar passos muito positivos”.

O piloto continuou: “Na corrida parti com alguma cautela, porque a grelha não era muito boa. Depois de algumas voltas, senti-me melhor e aumentei o ritmo e consegui ultrapassar o Colin Edwards, mas depois caiu. Inclinei-me e perdi a frente da mota, não sei como aconteceu e esta é já a terceira vez que caiu da mesma forma. Temos de descobrir o que está a provocar isto”.

Até aquela altura, Capirossi estava a sentir-se bem na mota. Agora, está concentrado em continuar o bom trabalho e espera conseguir arrecadar alguns pontos valiosos na próxima jornada em Mugello.

“Durante o fim-de-semana o sentimento era muito bom e no warm-up não tive nenhum problema, mas na corrida estávamos a lutar e cai. Peço desculpas a toda a equipa, porque eles trabalharam muito. Estou mesmo muito chateado, porque sentia-me bem e precisamos de conseguir alguns bons resultados, esta não é forma de terminar o fim-de-semana. Mas, temos de ir para Mugello e fazer tudo para que não se repita”, sublinhou.

Tags:
MotoGP, 2010, MONSTER ENERGY GRAND PRIX DE FRANCE, Loris Capirossi, Rizla Suzuki MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›