Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Mugello é a próxima paragem para a luta de MotoGP

Mugello é a próxima paragem para a luta de MotoGP

O circuito italiano recebe o Grande Prémio de Itália TIM, numa altura em que Lorenzo procura consolidar a liderança no Campeonato de MotoGP.

O cenário cénico do circuito florentino irá dar as boas-vindas à quarta ronda do Campeonato do Mundo, com Jorge Lorenzo a procurar aumentar a diferença de nove pontos no topo da classificação para o seu companheiro de equipa na Fiat Yamaha, Valentino Rossi.

Em Le Mans assegurou a vitória na Classe Rainha e é o primeiro piloto da categoria de MotoGP a acumular 70 pontos ao fim de três jornadas desde que Rossi conseguiu tal proeza em 2005.

No ano passado, Lorenzo ficou no pódio (em 2º) no circuito italiano e, se conseguir melhorar este ano e vencer à frente de Rossi, será a primeira vez desde que chegou à Classe Rainha em 2000 que o Campeão do Mundo termina atrás do seu companheiro de equipa em três corridas consecutivas.

Contudo, Mugello é um circuito onde Rossi já conheceu grande sucesso. O italiano terminou em terceiro na época passada, quando fazia a sua caminhada para o título, depois de sete vitórias nos anos anteriores. Este fim-de-semana também será a 50ª vez que Rossi alinhará no início de uma corrida da Classe Rainha.

Outro italiano que espera impressionar os seus fans caseiros é o piloto da Repsol Honda Andrea Dovizioso, depois do fantástico início de temporada, que já o colocou duas vezes no pódio. O ano passado em Mugello falhou os três primeiros lugares, daquela que foi uma corrida seca e molhada. O seu companheiro de equipa, Dani Pedrosa, está apenas dois pontos atrás de si na classificação, e já conheceu bons resultados em Mugello. No ano passado não terminou a corrida, mas nas três corrida da Classe Rainha anteriores ficou sempre entre os quatro melhores e, por duas vezes, chegou ao pódio.

Nicky Hayden também estará à procura de um bom resultado na corrida caseira da sua equipa, a Ducati Marlboro. O americano procurará melhorar as anteriores prestações em Mugello, com o melhor resultado, um terceiro lugar, a remontar a 2006. Além disso, a boa forma que tem apresentado indica que o primeiro pódio de 2010 está eminente. Por outro lado, o seu companheiro de equipa Casey Stoner está a conhecer um difícil início de temporada. O australiano venceu em Mugello no ano passado, pondo fim ao domínio de Rossi, e, por isso, está confiante que poderá conseguir o primeiro bom resultado da temporada.

Randy de Puniet (LCR Honda) é o piloto de uma equipa privada mais bem classificado e no ano passado conseguiu terminar em oitavo. Agora, o francês irá continuar a lutar com Marco Melandri (San Carlo Honda Gresini) e Colin Edwards (Monster Yamaha Tech3). Nas suas primeiras temporadas na Classe Rainha, os rookies Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini) e Héctor Barberá (Páginas Amarillas Aspar) tentarão, por seu lado, consolidar os impressionantes arranques de época e chegar ao Top 10 da classificação. Mas, terão atrás de si Hiroshi Aoyama (Interwetten Honda MotoGP Team) e Mika Kallio, da Pramac Racing.

Ben Spies (Monster Yamaha Tech3), Loris Capirossi e Álvaro Bautista (Rizla Suzuki) também irão à procurar de bons resultados depois de Le Mans, enquanto Aleix Espargaró (Pramac Racing) quererá consolidar a prestação da última ronda.

A primeira sessão de treinos do Grande Prémio de Itália TIM irá ter início às 13h55 de sexta-feira.

Tags:
MotoGP, 2010, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM

Outras actualizações que o podem interessar ›