Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pódio mantém Lorenzo no topo

Pódio mantém Lorenzo no topo

O piloto da Fiat Yamaha dilatou a margem na frente do Campeonato do Mundo com o segundo posto em Mugello, isto apesar de problemas com a M1.

Jorge Lorenzo apontou a falta de ritmo da sua Fiat Yamaha após ter terminado em segundo no Gran Premio d’Italia TIM no domingo, mas mostrou-se muito contente por ter conquistado o quarto pódio consecutivo em 2010 – um resultado que reforçou a sua posição no topo da classificação do Campeonato do Mundo.

Lorenzo soma agora 90 pontos em 100 disponíveis (duas vitórias e igual número de segundos lugares) após a ronda de Mugello, uma corrida em que lutou contra o piloto da Repsol Honda Andrea Dovizioso pelas restantes duas posições do pódio depois de Pedrosa se ter isolado na frente para garantir o triunfo com 4,014s de margem.

“Infelizmente o meu ritmo hoje não foi tão bom como ontem e só consegui terminar em segundo; aconteceu alguma coisa e não consegui rodar da mesma forma, mas tendo em conta as circunstâncias estou contente com o resultado,” disse Lorenzo, que agora lidera o Campeonato com mais 25 pontos que Pedrosa.

“O Dani fez uma corrida perfeita hoje; estava com um ritmo impressionante e não sei se teria sido capaz de o bater mesmo que estivesse tão rápido como ontem! Estar com 90 pontos em 100 possíveis é muito bom e estou na frente do Campeonato, não posso pedir mais. Tenho de fazer algumas melhorias no meu estilo de pilotagem e a Yamaha tem de tentar melhorar a potência da moto um pouco, pelo que temos algumas coisas em que trabalhar, mas estou confiante para as próximas semanas.”

Durante o fim-de-semana o mais próximo rival de Lorenzo e seu companheiro de equipa, Valentino Rossi, sofreu uma queda e fracturou a tíbia durante os treinos livres de sábado, o que o deixou fora de acção durante período ainda indeterminado.

Lorenzo prestou tributo a Rossi antes da corrida com uma t-shirt especial e acrescentou: “Foi muito estranho hoje sem o Valentino, estou contente por os fãs o terem homenageado tão bem. Queria ganhar hoje para lhe dedicar a vitória, mas não possível, pelo que só posso desejar rápidas melhoras!”

Tags:
MotoGP, 2010, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM, Jorge Lorenzo, Fiat Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›