Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Melhoramentos lentos, mas seguros para Smith

Melhoramentos lentos, mas seguros para Smith

O piloto da Bancaja Aspar falhou o pódio e Mugello por 0,045s depois de ter estado na luta a quatro pelo triunfo. O britânico acredita que a equipa pode agora dar o próximo passo.

Bradley Smith esteve perto de assinar o primeiro pódio de 2010 na corrida de 125cc do Gran Premio d’Italia TIM no domingo, mas foi batido no despique pela terceira posição depois de se ter esforçado ao longo de toda a corrida por um lugar no pódio.

“É frustrante, mas tendo em conta as três primeiras corridas e o facto do chassis estar agora onde devia, trata-se apenas da outra metade da moto melhorar,” disse Smith ao motogp.com nesta entrevista de vídeo. “Ainda estamos à procura e não é por não tentarmos, os outros apenas têm material um pouco melhor.”

“Temos muito trabalho a fazer fora da pista, durante as próximas duas semanas a equipa tem de tentar encontrar mais velocidade. Estou certo que são capazes de o fazer, estamos a falar da equipa Aspar e não são o número um do mundo sem motivo.”

A velocidade demonstrada por Smith deixou entender que está perto do desenvolvimento que quer e na oitava volta ele assinou novo recorde da pista com uns impressionantes 1m58,009s. “Isso mostrou que tinha o ritmo para lá estar, mas quando estava sozinho, sem o cone de vento de outros pilotos, perdia mais de um segundo por volta,” explicou.

“De forma geral estou contente. Gostava de ter terminado no pódio, ou de ter ganho a corrida, mas vou deixar isso para Silverstone, o meu GP em casa.”

A partilha de informações com o companheiro de equipa Nico Terol não é problema, diz Smith, e ele está encorajado com os progressos conseguidos desde o início da época.

“É tudo o mesmo, a nossa equipa é aberta e estamos a ter o mesmo tratamento nos dois lados,” disse. “Vai haver sempre um piloto que tem um dia melhor que o outro, mas isto aconteceu já muitas vezes, pelo que temos de verificar tudo porque com as longas rectas de Silverstone vai notar-se ainda mais. Mas o lado positivo é estarmos agora no caminho certo, é tudo quanto posso pedir.”

Tags:
125cc, 2010, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM, Bradley Smith, Bancaja Aspar Team

Outras actualizações que o podem interessar ›