Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Perguntas e respostas com a direcção da Yamaha e com o Dr Buzzi

Perguntas e respostas com a direcção da Yamaha e com o Dr Buzzi

Lin Jarvis, Davide Brivio, William Favero e Roberto Buzzi falam das consequências do acidente de Valentino Rossi.

1. O que causou o acidente? Foi erro do piloto ou problemas com a moto/pneu?
Davide Brivio, Director Desportivo da Fiat Yamaha, equipa do Valentino Rossi: "O Valentino estava na sua primeira volta rápida com pneus novos. Na ‘Arrabbiata 2' o Valentino abrandou para deixar outro piloto passar, que o estava a seguir. Quando o Valentino voltou a acelerar na ‘Biondetti', a primeira curva à esquerda, depois de ter feito cerca de um quarto da volta a baixa velocidade, o pneu traseiro tinha arrefecido e perdeu aderência de um momento para o outro, o que provou a queda. Quando o Valentino perdeu a traseira da moto rodava a cerca de 180km/h e depois foi ao chão a cerca de 150km/h."

2. Quais foram as lesões exactas do Valentino?
Professor Roberto Buzzi, Unidade de Trauma, Hospital Careggi, Florence, Itália: "O Valentino sofreu uma fractura exposta de grau 2 da tíbia direita, bem como uma fractura bifurcada da fíbula."

3. Em concreto, o que é que foi feito na operação?
Professor Roberto Buzzi: "Limpeza e lavagem, estabilização com parafusos intra-medulares e VAC (fecho assistido por vácuo) no sábado, 5 de Junho. Depois uma segunda estabilização e uma primeira sutura na segunda-feira, 7 de Junho."

4. Qual será o tempo de recuperação para o VR?
Professor Roberto Buzzi: "Seis meses."

5. Em que corrida podemos esperar tê-lo de volta?
Davide Brivio: "É muito difícil dizer neste momento. Vamos ter de ver, passo a passo, como é que corre a sua recuperação. Cerca de 45 dias depois do acidente teremos uma ideia mais clara sobre a sua condição. Entretanto, ele vai estar ocupado com a reabilitação. De momento penso que não deverá voltar nos próximos dois meses. Se tudo correr bem talvez o vejamos a correr em Agosto ou Setembro."

6. Onde é que ele vai passar o tempo a recuperar? Irá a algumas corridas?
Davide Brivio: "O Valentino deixou o CTO, em Florença, hoje e viajou para Cattolica para estar com os médicos perto de casa. Ele deverá passar todo o tempo da recuperação em casa. Queremos que o Valentino se concentre totalmente na sua recuperação, pelo que não estará envolvido em qualquer actividade até estar de volta à boa forma. Ele não irá a corridas até essa altura, pelo que a próxima vez que virmos o Valentino na pista significará que está pronto para correr outra vez."

7. Será feita alguma coisa ao ombro dele durante este tempo?
Davide Brivio: "Sim, é claro que os próximos meses vão ser muito úteis para a recuperação do ombro também. Os médicos dele também vão tratar disso. Devido ao recente acidente o programa de reabilitação do ombro teve de ser alterado porque teve de mudar alguns exercícios, mas a partir de amanhã vai começar a trabalhar também no ombro."

8. Quando é que a Yamaha o vai substituir? Desde já?
Lin Jarvis, Director Geral da Yamaha Motor Racing: "Primeiro, deixem-me dizer que estou muito contente por o Vale ter deixado o hospital hoje e ter regressado a zona da sua casa. Isto é bom sinal porque significa que a recuperação está a correr bem e que vai começar a reabilitação que o trará de volta à plena forma. No que toca a um piloto de substituição – decidimos apresentar um piloto de substituição a partir do Grande Prémio da Catalunha a 4 de Julho. Escolhemos o Grande Prémio da Catalunha por respeito às nossas obrigações de Participação de Equipa no Campeonato de MotoGP e também para termos tempo de escolher o melhor piloto e para garantir que estamos organizados e bem preparados para esta nova situação."

9. Quem será o substituto?
Lin Jarvis: "Neste momento não estou em condições de dizer quem será porque ainda não temos uma decisão tomada. Esperamos poder informar todos dos nossos planos na próxima semana ou, o mais tardar, em Silverstone."

10. Quais são os elementos da equipa que não vão a Silverstone e Assen?
Lin Jarvis: "Os elementos da Fiat Yamaha que trabalham em maior proximidade com o Valentino não vão a Silverstone e Asse, i.e. o seu Director Desportivo, Chefe de Equipa e mecânicos. Eles vão regressar a Barcelona e vão dar apoio ao piloto substituto. Todo o resto da Equipa vai estar presente nas corridas como é usual."

11. Como é que isto afecta os vossos patrocinadores? Há problemas por falharem duas corridas?
Lin Jarvis: "Recebemos mensagens de solidariedade e compreensão de todos os nossos patrocinadores, sem excepção. Eles, como a Yamaha, estão todos desejoso pelo regresso do Valentino em plena forma. A box do Valentino será montada em Silverstone e Assen com as suas duas YZR-M1 para os fãs as poderem ver."

12. O Valentino vai estar com os Media durante a sua recuperação?
William Favero, Director de Comunicação da Yamaha Motor Racing: "O Valentino não vai dar qualquer entrevista à imprensa ou televisão durante a sua recuperação. Tudo o que a Yamaha quer é que ele se concentre na reabilitação e recupere totalmente. A Yamaha vai organizar uma conferência de imprensa com o Valentino na altura certa. Entretanto, vamos garantir que os nossos patrocinadores, fãs e imprensa internacional são mantidos ao corrente do seu estado físico através do nosso porta-voz oficial e de comunicados da equipa, com a mesma eficiência e transparência com que temos tratado todo este assunto até ao momento."

Tags:
MotoGP, 2010, GRAN PREMIO D'ITALIA TIM, Fiat Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›