Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Iannone sela segunda vitória de 2010 com triunfo claro

Iannone sela segunda vitória de 2010 com triunfo claro

O piloto da Fimmco Speed Up venceu a partir da pole pela segunda vez esta temporada, triunfando na corrida de Moto2 do TIM TT Assen. O líder do Campeonato, Elías foi segundo e Lüthi ficou com o mais baixo do pódio.

Andrea Iannone foi uma vez mais forte deste o início na categoria de Moto2, vencendo a partir da pole no TIM TT Assen, no sábado. O italiano da equipa Fimmco Speed Up, que também tinha vencido a partir da pole o seu Grande Prémio caseiro em Mugello na quarta ronda, liderou todas as sessões até à corrida e hoje voltou a estar na frente, vencendo com uma margem de menos de cinco segundos.

Ratthapark Wilairot (Thai Honda PTT Singha-SAG) teve uma partida canhão a partir da segunda posição da grelha, chegando à Curva 1 na liderança da corrida. Toni Elías (Gresini Racing), que partiu da segunda linha, conseguiu ganhar posições posicionando-se em terceiro. Contudo, logo o homem na pole assumiu o comando da prova, começando imediatamente a ganhar terreno, tal como já tinha feito em Mugello.

Fonsi Nieto (G22 Holiday Gym) também teve uma boa partida e cedo começou a lutar na frente, mas isso pareceu dar ainda mais força a Iannone para se distanciar. Elías entrou na segunda volta no terceiro posto e começou a tentar reduzir a diferença de 2,3s que já tinha para o homem da frente, Iannone.

Valentin Debise (WTR San Marino Team) teve uma penalização por partida antecipada e Nieto caiu, enquanto Anthony West (MZ Racing) começou a enfrentar alguns problemas, que o obrigaram a ir duas vezes às boxes.

Na quarta posição e preparando-se para assumir um importante papel no desenrolar da corrida estava Thomas Lüthi (Interwetten Moriwaki Racing), enquanto atrás dele Julián Simón (Mapfre Aspar), Jules Cluzel (Forward Racing) e Shoya Tomizawa (Technomag-CIP) lutavam pelo quinto lugar. Arne Tode (Racing Team Germany) foi o piloto seguinte a cair e foi obrigado a sair da corrida.

Entretanto, Elías e Wilairot continuavam a luta pelo intermédio do pódio, trocando de posições por diversas vezes. Mais atrás, Lüthi ia reduzindo a distância para o par, que acabou mesmo por ser ‘apanhado’. Roberto Rolfo (Italtrans STR) e Lukas Pesek (Matteoni CP Racing) foram os dois últimos homens a desistir.

Enquanto Iannone prosseguia a sua corrida solitária na frente, Lüthi e Wilairot iniciaram um fantástico duelo pelo mais baixo do pódio, trocando sucessivamente de posição mesmo até à última volta.

Iannone cruzou a linha de meta 4,482s mais cedo que Elías, com Lüthi a conseguir segurar a terceira posição e completando o pódio, e Wilairot a terminar em quarto. Tomizawa e Simón completaram os seis primeiros lugares, com uma diferença de oito segundos para o sétimo classificado, Cluzel, que foi seguido por Mike di Meglio (Mapfre Aspar), Karel Abraham (Cardion AB Motoracing) e Yuki Takahashi (Tech3 Racing) no Top 10.

Elías aumentou a sua vantagem no topo da classificação do Campeonato para 24 pontos, somando agora 100, com Tomizawa (76) e Lüthi (74) a manterem a segunda e terceira posição, respectivamente. A vitória de Iannone colocou-o em quarto lugar, com 67 pontos.

De fora da corrida ficaram Alex Debón (Aeroport de Castelló-Ajo) e Axel Pons (Tenerife 40 Pons), que se lesionaram na sessão de qualificação de sexta-feira.

Tags:
Moto2, 2010, TIM TT ASSEN, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›