Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Próxima ronda de Moto2 desenrola-se em Montmeló

Próxima ronda de Moto2 desenrola-se em Montmeló

A categoria intermédia regressa a uma pista onde muitos dos pilotos tiveram o primeiro contacto com os novos protótipos nos testes de pré-época. Desta feita a visita acarreta a sétima jornada do Campeonato do Mundo, o Gran Premi Aperol de Catalunya.

Toni Elías vai continuar a defender a liderança do Campeonato em casa neste fim-de-semana, com a classe de Moto2 a rumar a Montmeló para o Gran Premi Aperol de Catalunya, e o piloto da Gresini Racing soma já 100 pontos ao cabo de seis rondas.

Elías conta com saudável margem de 24 pontos sobre o segundo classificado Shoya Tomizawa e o piloto da Technomag-CIP tem apresentado resultados regulares. Incrivelmente, Elías não termina uma corrida na Catalunha desde que foi terceiro nas 250cc em 2004. Contudo, a sua consistência esta época deve dar-lhe a esperança de garantir um pódio enquanto tenta manter-se no topo da tabela de pontos.

O terceiro lugar de Thomas Lüthi em Assen fez com que ele e Elías sejam os dois únicos pilotos a terem terminado no pódio por três vezes ao longo deste ano e o piloto da Interwetten Moriwaki foi segundo em Silverstone. Esses resultados tornaram-se ainda mais impressionantes quando se soube nesta semana que o suíço fracturou a clavícula antes do GP de Inglaterra. Ele foi operado esta semana depois de ter agravado a lesão em Assen e vai estar no circuito na quinta-feira, altura em que será tomada a decisão quanto à sua participação na corrida, o que o piloto deseja muito.

A segunda vitória em Assen levou Andrea Iannone (Fimmco Speed Up) a quarto da geral e o italiano venceu nas 125cc na Catalunha no ano passado. Ele está agora apenas sete pontos de Lüthi, com Julián Simón (Mapfre Aspar) a mais seis pontos de distância.

Jules Cluzel (Forward Racing) e Simone Corsi (JiR Moto2) estão empatados a 55 pontos, com Sergio Gadea (Tenerife 40 Pons) à procura de um resultado nos pontos depois de ter sido 23º em Assen, a primeira vez que ficou fora dos 15 primeiros nesta época.

Alex Debón (Aeroport de Castello-Ajo) vai tentar rodar mesmo depois de ter fracturado a clavícula numa queda em Assen durante a qualificação, tentando manter a pressão desde a nona posição da geral. A classe de Moto2 vai ter dois wildcards, Dani Rivas e Jordi Torres a rodarem com quadros Promoharris sob as cores da Griful.

A primeira sessão de treinos de Moto2 tem início pelas 15h10 locais de sexta-feira.

Tags:
Moto2, 2010, GRAN PREMI APEROL DE CATALUNYA

Outras actualizações que o podem interessar ›