Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Stoner: “Tínhamos o ritmo para lutar pela liderança”

Stoner: “Tínhamos o ritmo para lutar pela liderança”

O piloto da Ducati Team foi terceiro no Gran Premi Aperol de Catalunya e disse que a Desmosedici GP10 lhe deu a sensação que podiam ter terminado melhor classificados.

O segundo pódio consecutivo de Casey Stoner em Montmeló, no domingo, foi mais um passo na direcção certa para o piloto da Ducati Team, que sentiu que sem o pequeno erro na 6ª volta podia ter desafiado Jorge Lorenzo pela vitória.

Após difícil início de época, Stoner conseguiu finalmente o terceiro lugar em Assen na semana passada e deu continuidade ao resultado este domingo na Catalunha. Ele rodava em terceiro, em luta com Andrea Dovizioso, com a dupla muito próxima do líder Lorenzo, altura em que o australiano fez uma incursão por fora da pista que o fez cair para quinto.

Stoner recuperou ao longo da corrida para terminar em terceiro, mas sentiu que tinha o ritmo necessário para rodar na frente. “Sem o pequeno erro que cometi penso que podia ter lutado pela liderança a maior parte da corrida,” disse. “Tínhamos o ritmo para o fazer e a moto estava boa, mas infelizmente apanhei o cone de ar dos dois à entrada para a curva e isso levantou um pouco a traseira da moto. Não havia forma de travar para a curva. Por isso, pensei que era melhor jogar pelo seguro e não bater em ninguém e terminar a corrida.”

“Estou um pouco desapontado porque pensei que podia, pelo menos, ter sido segundo. Pensei que tinha o ritmo para andar na frente, mas infelizmente não consegui ultrapassar quem estava à minha frente e essa foi a maior batalha de hoje. Vamos olhar em frente para a próxima semana e tentar resolver estes problemas, mas estamos muito mais confiantes com a moto.”

Stoner terminou atrás de Pedrosa e quando lhe perguntaram qual foi a diferença entre si e o piloto espanhol, respondeu: “O Dani estava a fazer tudo bem, estava a travar de forma consistente, mas com a vantagem que me ganhava entre cada uma das curvas era impossível aproximar-me. Já estava a ter alguns problemas na frente da mota, por isso não fazia sentido arriscar uma manobra que nos atirasse os dois para o chão. Era preferível deixar-me estar e esperar por conseguir ultrapassá-lo, mas ele não cometeu nenhum erro e temos de reconhecer isso”.

Olhando agora para Sachsenring, Stoner acrescentou: “Sempre tivemos boas corrida aí e estou muito ansioso por chegar lá, depois de uma corrida como a de hoje. Já tenho um pouco mais de confiança na mota e tudo está a correr bem desde as últimas três corridas, por isso agora apenas temos de acrescentar alguns resultados decentes”.

Tags:
MotoGP, 2010, GRAN PREMI APEROL DE CATALUNYA, Casey Stoner, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›