Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dovizioso vê o lado positivo depois de ter estado perto do objectivo

Dovizioso vê o lado positivo depois de ter estado perto do objectivo

O piloto da Repsol Honda estava a disputar a liderança do Gran Premi Aperol de Catalunya com Jorge Lorenzo quando caiu, acabando por terminar em 14º.

Andrea Dovizioso esteve perto da sua primeira vitória da temporada em Montmeló no domingo, lutando com Jorge Lorenzo pela liderança da corrida, mas uma queda a dez voltas do fim da corrida pôs fim ao sonho, com o piloto a regressar à pista na 15ª posição.

O italiano fez uma boa partida desde a segunda linha da grelha e cedo começou a lutar com Lorenzo, com os dois homens a ganharem terreno em relação aos restantes pilotos à medida que a corrida ia decorrendo. Contudo, Dovizioso começou a ter problemas com o travão traseiro à entrada das curvas e na volta 15 acabou por cair, deitando por terras qualquer hipótese de ultrapassar Lorenzo ou pelo menos ficar com o segundo posto.

“Hoje tivemos um ritmo de corrida muito bom e poderíamos ter lutado com Lorenzo pela vitória no final da corrida”, disse Dovizoso, que conseguiu ganhar apenas uma posição depois de regressar à pista após a queda, passando a linha de meta na 14ª posição. “Infelizmente, desde a primeira volta que o travão traseiro não estava a funcionar como deve de ser na última parte da entrada das curvas e isso trouxe-me alguns problemas a entrar nas curvas e quando começava a curvar. Ainda consegui ser rápido, mas este problema colocava mais peso na frente da mota e era difícil de controlar - eu estava no limite”.

O piloto continuou: “Depois na curva nove da volta 15 fui um bocadinho além do limite e cai. Foi uma pena, mas tenho de ver as coisas por uma perspectiva positiva, estar a lutar na frente da corrida é o que queremos e hoje conseguimos fazê-lo pela primeira vez. De qualquer forma, estou contente com a minha prestação e tenho pena pela minha equipa, porque trabalhamos todos muito. Da próxima vez espero voltar a estar outra vez na frente.”

Apesar da queda Dovizioso mantem o terceiro lugar na classificação do Campeonato, mas está agora a 22 pontos do seu colega de equipa Dani Pedrosa, uma situação que ele espera alterar no eni Motorrad Grand Prix Deutschland, que decorre de 16 a 18 de Julho.

Tags:
MotoGP, 2010, GRAN PREMI APEROL DE CATALUNYA, Andrea Dovizioso, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›