Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Corsi mais forte em sessão caótica de Moto2

Corsi mais forte em sessão caótica de Moto2

O piloto da JiR Moto2 terminou com apenas com pouco mais de dois décimos de segundo de margem na tabela de tempos de FP1 de Moto2, no eni Motorrad Grand Prix Deutschland, um treino que foi palco de muitas quedas.

Simone Corsi foi o mais rápido na primeira sessão de livres de Moto2 nesta tarde de sexta-feira em Sachsenring ao assinar a marca de 1m26,306s aos comandos do chassis Motobi da JiR Moto2. Um resultado que o deixou com o 0,218s de vantagem sobre Gabor Talmacsi (Fimmco Speed Up), o segundo melhor.

Talmasci chegou a liderar a sessão com a sua quarta volta – 1m26,524s – mas a seis minutos do final Corsi disparou de 16º para se colocar na frente. Alex Baldolini (Caretta Technology Race Dept) completou a lista dos três primeiros a pouco menos de nove centésimos de segundo de Talmacsi.

Julián Simón (Mapfre Aspar) foi um dos que foi ao cair, no final da sessão, mas já depois de ter assinado o seu melhor tempo, o quarto da tarde. O líder do Campeonato Toni Elías (Gresini Racing) também foi ao chão, ainda nos momentos iniciais do treino, mas voltou a rodar para terminar com a quinta marca, a apenas meio segundo do ritmo imposto por Corsi.

Alex Debón (Aeroport de Castelló-Ajo) foi sexto, evitando uma queda na sequência de uma saída de pista. A fechar a lista dos dez primeiros ficaram Sergio Gadea (Tenerife 40 Pons), Roberto Rolfo (Italtrans STR), Shoya Tomizawa (Technomag-CIP) e Andrea Iannone (Fimmco Speed Up). Thomas Lüthi (Interwetten Moriwaki Racing), actual segundo da geral, apresentou o 15º tempo da sessão.

Outros pilotos a irem ao tapete foram Valentin Debise (WTR San Marino Team), Stefan Bradl (Viessmann Kiefer Racing), Yuki Takahashi (Tech3 Racing), Yonny Hernández (Blusens-STX), Kenny Noyes (Jack&Jones by Antonio Banderas), Joan Olivé (Jack&Jones by Antonio Banderas), Rolfo e Ratthapark Wilairot (Thai Honda PTT Singha-SAG), todos eles a aparentarem não ter sofrido lesões graves, já que abandonaram os locais das quedas pelo próprio pé.

Tags:
Moto2, 2010, eni MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, FP1

Outras actualizações que o podem interessar ›