Compra de bilhetes
VideoPass purchase

“Passo muito positivo” para Pedrosa em FP1

“Passo muito positivo” para Pedrosa em FP1

O piloto da Repsol Honda encontrou uma afinação muito positiva para a sua RC212V de fábrica desde o primeiro momento dos treinos livres em Sachsenring e que o levou ao primeiro posto da tabela de tempos e o deixou muito satisfeito.

Dani Pedrosa analisou a primeira sessão de livres do eni Motorrad Grand Prix Deutschland na sexta-feira, onde foi o mais rápido com um tempo de 1m22,521s. Uma marca que deixou o espanhol com uma vantagem de 0,274s sobre Casey Stoner, sem esquecer que foi também a primeira vez que o espanhol terminou como o mais rápido da sessão de livres de abertura de um fim-de-semana.

A rapidez com que entrou no ritmo, a consistência dos seus tempos por volta e a forma geral como se sentiu aos comandos da sua RC212V foram bónus para Pedrosa, que ficou muito contente por tão forte início de GP numa pista onde já teve altos e baixos no passado.

“É fantástico porque pela primeira vez nesta época consegui o melhor tempo na sexta-feira e isto é um passo muito positivo para nós,” disse o jovem de 24 anos. “Normalmente lutamos muito no início, mas hoje fizemos um trabalho muito bom na primeira sessão de treinos e estou muito contente por isto. Também é um bom resultado porque amanhã pode chover e era muito importante conseguir uma afinação base no primeiro dia. Espero que tenhamos mais uma sessão de treinos no seco amanhã, mas parece que pelo menos uma será molhada.”

Perfeccionista, como sempre, Pedrosa sublinhou a necessidade de trabalhar alguns pontos da afinação da sua máquina amanhã para poder chegar a domingo na melhor forma possível.

“Hoje centrámos o trabalho principalmente no teste de diferentes compostos de pneus disponibilizados pela Bridgestone para esta corrida e conseguimos ser rápidos com o composto macio e também com a opção mais dura,” explicou antes de sublinhar onde quer melhorar mais. “Amanhã temos de continuar a trabalhar na suspensão e electrónica porque penso que ainda podemos melhorar algumas partes da volta.”

Tags:
MotoGP, 2010, eni MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›