Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi sentiu-se bem no regresso à pista

Rossi sentiu-se bem no regresso à pista

O Campeão do Mundo foi o sétimo mais rápido a primeira sessão de treinos do eni Motorrad Grand Prix Deutschland, conseguindo um regresso competitivo, apenas seis semanas depois de ter fracturado a tíbia da perna direita.

Apenas 41 dias depois de ter feito uma fractura exposta da tíbia num acidente em Mugello, Valentino Rossi regressou aos comandos da sua Fiat Yamaha M1 em Sachsenring, na sexta-feira, para a primeira sessão de treinos livres do eni Motorrad Grand Prix Deutschland.

Afastando quaisquer dúvidas sobre a sua competitividade, o piloto de 31 anos correu de forma consistente durante a sessão e esteve entre os quatro mais rápidos durante grande parte dos treinos de uma hora. No final acabou por garantir o sétimo melhor tempo, com 1m23,244s, a apenas 0.723s da marca fixada por Dani Pedrosa e dois centésimos mais lento que o seu companheiro de equipa e líder do Campeonato, Jorge Lorenzo.

"Hoje estou muito contente, especialmente porque fui muito mais ágil do que durante os testes (em Misano e Brno)”, explicou Rossi, cujo regresso foi saudado pelos fans e pela comunicação social. “Senti-me bem e esta pista está a dar-me uma ajuda, porque tem muitas curvas para a esquerda. Estou muito confiante e também o meu ombro está bem e não me deu problemas. Agora tenho algumas dores na perna e no tornozelo, mas não são muito fortes”.

Completando 29 voltas durante a sessão, Rossi fixou o seu melhor tempo na última volta e está agora ansioso pela segunda sessão de treinos, à qual se seguirá a qualificação.

“Consegui fazer algumas boas voltas e estive muito rápido, por isso as coisas parecem-me bem”, notou, acrescentando: “Agora temos de esperar por amanhã para ver como a perna está, se inchou durante a noite ou se apareceu algum outro problema".

Impressionado com a velocidade do Campeão do Mundo no regresso à acção, o Director Desportivo de Rossi na Fiat Yamaha, Davide Brivio, afirmou: “Mais uma vez, o Valentino surpreendeu todos! Depois de falhar quatro corridas e apesar de ainda não estar totalmente em forma isto pode ser considerado uma sessão de treinos muito boa. Para a equipa é como se ele nunca tivesse estado ausente ao trabalhar na suspensão e na procura da melhor afinação”.

“A condição física dele não é muito má, tem mais algumas dificuldades nas curvas à direita e está bem nas curvas à esquerda, mas afinal está muito melhor do que esperávamos. Estamos muito satisfeitos e agora vamos a ver como é que ele chega aqui amanhã”, concluiu.

Tags:
MotoGP, 2010, eni MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Valentino Rossi, Fiat Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›