Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Luta dura obriga Lorenzo a dar “o máximo”

Luta dura obriga Lorenzo a dar “o máximo”

O líder do Campeonato do Mundo teve de trabalhar muito para garantir a quarta pole position consecutiva na corrida de domingo em Sachsenring e também ficou aliviado por o acidente provocado pelo óleo derramado pela sua moto não ter resultado em qualquer lesão para Spies ou De Puniet.

Jorge Lorenzo tornou-se no primeiro piloto da Yamaha a alcançar quatro poles consecutivas desde Max Biaggi em 2001, voltando a dominar e garantindo o primeiro posto da grelha para o eni Motorrad Grand Prix Deutschland.

Uma volta em 1m21,817s colocou o piloto da Fiat Yamaha – e actual líder do Campeonato – 0,024s à frente de Casey Stoner e 0.131s mais rápido do que Dani Pedrosa numa sessão dura, mas onde voltou a gostar da prestação da sua M1, ao contrário do que tinha sucedido na sexta-feira.

“Esta pole foi muito dura, porque o Casey e o Dani estavam muito rápidos, tive de dar o máximo e correr mesmo bem”, disse o espanhol, que ocupa o primeiro lugar da grelha de partida pela quarta vez consecutiva. “A minha equipa fez um excelente trabalho, porque melhorámos muito desde ontem e agora estou ansioso pela corrida de amanhã”.

Durante a sessão foi mostrada a bandeira vermelha, para permitir a limpeza do óleo derramado na pista pela M1 de Lorenzo. O óleo em pista acabou por provocar a queda de Ben Spies e Randy de Puniet, com este último a ser levado para a Clínica Móvel, onde foi confirmado que a sua perna direita não tinha qualquer lesão grave.

"Desde as novas regras sobre os motores que todos começaram a pensar que estes nunca têm problemas honestamente foi uma surpresa para mim hoje isto ter acontecido”, afirmou Lorenzo, cuja moto chegou mesmo a deitar algumas chamas.

“Estava muito quente e havia óleo no meu pé. Tenho muita pena que o Ben e o Randy tenham caído e principalmente que o Randy se tenha aleijado, mas são boas noticias saber que vai poder correm amanhã”, acrescentou Lorenzo, que depois do incidente mudou de moto, com a qual acabaria por estabelecer o tempo com que garantiu a pole.

Tags:
MotoGP, 2010, eni MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Jorge Lorenzo, Fiat Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›