Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Dovizioso: “Dei o máximo”

Dovizioso: “Dei o máximo”

O italiano falou sobre a falta de ritmo e alguns problemas na afinação da sua mota depois de terminar na quinta posição em Sachsenring, onde fez tudo o que podia para chegar ao pódio.

Andrea Dovizioso foi até ao limite no eni Motorrad Grand Prix Deutschland, no domingo, para conseguir chegar àquele que teria sido o seu quinto pódio da temporada de 2010, mas, depois de ter terminado na quinta posição, o piloto da Repsol Honda explicou que ele e a sua equipa não conseguiram encontrar a afinação certa, necessária para manter o ritmo e chegar à meta entre os três primeiros.

“Dei o máximo, por isso claro que não posso ficar contente por ter terminado em quinto, especialmente depois de me ter qualificado na quarta posição. Simplesmente não estava suficientemente rápido para ficar junto dos pilotos da frente. Estava a correr de forma muito agressiva para não os perder. Quando se faz isso ficamos sem pneus mais cedo e sabia que isso não era a forma mais correcta, mas tinha de tentar ficar com os homens da frente”.

O piloto de 24 anos e a sua equipa tentaram resolver alguns problemas de afinação durante o intervalo de 25 minutos, entre a primeira corrida, interrompida depois de ter sido mostrada a bandeira vermelha, e a segunda corrida de 21 voltas.

Ele acrescentou: “Este fim-de-semana não conseguimos encontrar a afinação certa e, entre as duas partes da corrida, tentámos alterar algumas coisas na parte electrónica, porque a afinação não estava a 100%. Estava a perder muito terreno na curva sete, na curva 12 e nas rectas, porque não estava com a afinação certa para utilizar toda a potência da moto”.

Dovizioso mantém a terceira posição na classificação do Campeonato e esperar conseguir um melhor resultado na ronda nove, o Red Bull US Grand Prix, que se realizará este fim-de-semana.

“Agora estou ansioso por Laguna Seca e por conseguir estar na frente da corrida e estar outra vez competitivo”, disse. “No ano passado estivemos muito rápidos. Infelizmente, cai no início, mas nos treinos estávamos com um bom ritmo, por isso estou confiante para Laguna Seca”.

Tags:
MotoGP, 2010, eni MOTORRAD GRAND PRIX DEUTSCHLAND, Andrea Dovizioso, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›