Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Laguna revela-se maior desafio para Rossi

Laguna revela-se maior desafio para Rossi

Após a primeira sessão de treinos no Red Bull U.S. Grand Prix o italiano, sexto mais rápido, disse que o desenho do traçado americano lhe estava a causar mais dores que as sentidas na Alemanha no fim-de-semana passado.

Valentino Rossi admitiu depois da sua primeira hora em pista no Red Bull U.S. Grand Prix que sentiu mais dores que no fim-de-semana passado em Sachsenring. O piloto da Fiat Yamaha foi o sexto mais rápido na primeira sessão de livres em Laguna Seca, quase a um segundo de Casey Stoner, mas sentiu os efeitos de ainda estar a recuperar das lesões na perna e ombro.

"Esta pista é um pouco mais dura para mim que Sachsenring e senti mais dores que lá, principalmente no tornozelo, mas também no ombro na travagem antes da Saca-rolhas,” explicou o piloto de 31 anos que venceu em Laguna Seca em 2008 e foi segundo no ano passado. “Tirando isso, penso que podemos estar melhor amanhã.”

Falando dos aspectos técnicos, Rossi continuou: “Ainda não fizemos nada para estarmos no nosso máximo potencial na pista e se tivéssemos dado mais umas voltas hoje podíamos ter terminado um pouco mais à frente. Usámos pneus duros no final, mas a pista talvez estivesse um pouco suja para eles. Amanhã vamos testar os pneus macios também na frente.”

Rossi também falou da decoração especial que ele e o seu companheiro de equipa Jorge Lorenzo estão a usar para assinalar o lançamento do Fiat 500 nos Estados Unidos.

“Gosto da decoração especial; é diferente e divertida. Amanhã vou ter um capacete a condizer!” concluiu.

Tags:
MotoGP, 2010, RED BULL U.S. GRAND PRIX, Valentino Rossi, Fiat Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›