Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo estava a correr “no limite” até queda de Pedrosa

Lorenzo estava a correr “no limite” até queda de Pedrosa

O vencedor da corrida em Laguna Seca admitiu que estava a puxar até ao seu limite e ao limite da sua Fiat Yamaha M1 na luta com o compatriota espanhol.

A vantagem de Jorge Lorenzo no topo da classificação do Campeonato do Mundo foi agora aumentada para 72 pontos, depois da sua sexta vitória da temporada, no Red Bull U.S. Grand Prix, no domingo.

O piloto da Fiat Yamaha, que partiu da pole position, estava a disputar a liderança da corrida com Dani Pedrosa quando este caiu na décima primeira volta, deixando Lorenzo com o caminho livre para outra vitória. O líder do Campeonato continua, assim, a manter o impressionante registo de terminar todas as corridas da época entre os dois primeiros lugares.

“Corri muito bem hoje, no limite. Arranquei bem, mas muitos pilotos acabaram por me passar por fora na primeira curva, por isso tive que correr alguns riscos para ultrapassar o Spies. Depois, o Stoner fez um erro numa curva e passei-o… Não fiz a melhor partida da época!”, disse Lorenzo.

“O Dani estava impressionante e estava também a ir até ao limite e eu sabia que ele podia cair”, continuou o piloto de 23 anos. “Isso acabou mesmo por acontecer e depois foi muito fácil acabar a corrida”.

Apesar da grande vantagem que já tem na classificação geral com a temporada ainda a meio, Lorenzo não irá facilitar, pois diz que o titulo ainda está longe de estar decidido.

“Temos uma grande vantagem na liderança do Campeonato, agora é mais fácil do que antes desta corrida, mas não é a primeira vez que um piloto tem uma vantagem tão grande no Campeonato”, sustentou.

Lorenzo pretende agora recuperar depois de um período com um calendário cheio, antes de regressar a uma pista onde já foi bem sucedido nas categorias de 250cc e 125cc: Brno.

“Primeiro vou gozar umas folgas e relaxar um pouco, porque tivemos muitas corridas consecutivas. Depois, vamos começar a pensar sobre Brno, uma pista que eu adoro”, acrescentou, referindo-se à ronda 10, que terá lugar dentro de três semanas.

Tags:
MotoGP, 2010, RED BULL U.S. GRAND PRIX, Jorge Lorenzo, Fiat Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›