Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Ser o melhor entre os americanos não serviu de consolo a Hayden

Ser o melhor entre os americanos não serviu de consolo a Hayden

O piloto da Ducati Team terminou a sua corrida caseira, o Red Bull U.S. Grand Prix, na quinta posição, mas não ficou satisfeito com o resultado.

Nicky Hayden ficou frustrado com a quinta posição em Laguna Seca, no domingo, depois de falhar o pódio do seu Grande Prémio caseiro por uma margem de 1,181s. O piloto da Ducati Team tinha esperança de alcançar o primeiro pódio de 2010 no circuito de onde saiu vitorioso em 2005 e 2006, mas acabou por não conseguir concretizar os seus desejos.

“O quinto lugar aqui não parece ser suficientemente bom. Tive uma péssima partida, tal como nas últimas três ou quatro corridas, porque a moto parece que quase morre. Perdi muitas posições e não estava com ritmo para ira atrás dos outros”, explicou Hayden.

“No final, consegui aproximar-me mais um pouco, nas minhas últimas voltas estava basicamente com o ritmo da qualificação e estava acima do limite. Precisava apenas que o Rossi e o Dovizioso trocassem outra vez de posições. Lutar pelo pódio e ter conseguido lá chegar teria sido fantástico!”

Não foi por falta de tentativa que Hayden ou o seu companheiro de equipa falharam um lugar no pódio. Ele acrescentou: “Corri com um ritmo forte e, apesar de tudo, a moto estava ainda melhor na corrida do que no resto do fim-de-semana, a equipa ajudou-me muito, por isso agradeço a todos. Sei que os dois primeiros anos em Laguna (2005 e 2006) foram muito mais divertidos!”

Hayden acabou, contudo, por vencer a luta com Ben Spies, terminando como o americano mais bem classificado, mas isso não serviu de consolação para ele.

“Fiz alguns pequenos erros no início, mas no final cruzei a meta em quinto e não vou desculpar-me - ninguém tinha a moto perfeita ou fez a corrida perfeita”, disse. “Ser segundo ou coisa do género sem ter o pódio não é bom, por isso não podemos estar satisfeitos. Podemos dizer que a equipa trabalhou muito e que eu corri com um ritmo forte hoje… para mim não foi mais do que isso”,

Tags:
MotoGP, 2010, RED BULL U.S. GRAND PRIX, Nicky Hayden, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›