Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Trabalho começa no teste de Brno

Trabalho começa no teste de Brno

O dia de teste no circuito checo começou com sol nesta manhã de segunda-feira e às 13 horas era Jorge Lorenzo quem detinha o melhor tempo da sessão onde o pelotão de MotoGP está a trabalhar nos seus protótipos.

O teste oficial de um dia após o Cardion ab Grand Prix Czech Republic começou com sol no circuito de Brno nesta manhã de segunda-feira, com o atarefado paddock a começar a testar as opções para o resto da época e para o próximo ano. O líder do Campeonato Jorge Lorenzo concentrou-se no aperfeiçoamento de aspectos da sua M1 de fábrica de 2010 na primeira metade do dia e aquando da paragem para almoço tinha já uma vantagem de 0,239s sobre a pole position de Dani Pedrosa deste fim-de-semana ao parar o cronómetro em 1m56,269s.

A dupla da Ducati Team, Casey Stoner e Nicky Hayden, trabalhou com os novos garfos frontais enquanto buscou soluções para a suspensão da Desmosedici GP10, com o americano a terminar o dia mais cedo devido à lesão contraída na qualificação no sábado e ficou-se pela décima marca matinal. Se for bem sucedido, o novo componente deverá ser usado na próxima jornada em Indianápolis. Stoner foi o segundo mais lesto, a 0,575s de Lorenzo.

Pedrosa assinou a terceira marca, a 0,675s do rival espanhol, com a Honda de teste, uma máquina com que completou seis voltas. Antes disso, o piloto da Repsol Honda tinha efectuado 22 voltas com a RC212V de 2010 e saiu ileso de uma queda sofrida quando trabalhava na prestação dos travões da sua montada de fábrica. O companheiro de equipa Andrea Dovizioso também trabalhou de forma similar e conseguiu o sétimo tempo.

Valentino Rossi testou novo motor Yamaha que poderá ser usado no final da época e também se concentrou em resolver problemas de afinação encontrados na corrida de ontem. Às 13 horas o italiano era o quarto melhor do ensaio.

Ben Spies, da Monster Yamaha Tech 3 rodou com a nova M1 2011 e na qual se vai concentrar durante todo o dia. À hora de almoço o americano era nono depois de manhã de trabalho progressivo. O companheiro de equipa Colin Edwards focou-se na gestão do motor e geometria do chassis da sua moto e foi sexto.

Loris Capirossi (Rizla Suzuki) também terminou entre os dez primeiros, com o oitavo tempo à hora de almoço. O italiano está a trabalhar num chassis modificado e noutro totalmente novo para 2010, bem como com diferentes forquilhas e aerodinâmica.

O primeiro piloto em pista foi Hiroshi Aoyama (Interwetten Honda MotoGP), que foi para a pista às 09h15 locais. Este foi o regresso do nipónico aos comandos da sua RC212V depois da queda de Silverstone há já quase dois meses e às 13 horas tinha completado 45 voltas enquanto tenta recuperar as sensações na moto.

Héctor Barberá (Páginas Amarillas Aspar), Marco Melandri (San Carlo Honda Gresini Team), Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini Team), Aleix Espargaró (Pramac Racing), Mika Kallio (Pramac Racing) e Álvaro Bautista (Rizla Suzuki) estiveram também todos em pista, com o antigo piloto de MotoGP Sylvain Guintoli também a marcar presença para ajudar a Suzuki.

Veja os resultados do teste aqui.

Tags:
MotoGP, 2010, CARDION AB GRAND PRIX ČESKÉ REPUBLIKY

Outras actualizações que o podem interessar ›