Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Suter fala sobre os planos para o MotoGP

Suter fala sobre os planos para o MotoGP

O fabricante suíço de chassis falou sobre os desenvolvimentos do seu chassis para a Classe Rainha que será utilizado em 2012 e também recordou a temporada inaugural de Moto2.

Eskil Suter esteve no circuito de Misano na sexta-feira, onde falou sobre os desenvolvimentos do seu projecto de MotoGP. O fabricante suíço de chassis, que equipou grande parte da grelha inaugural do Moto2, está a desenvolver um protótipo para a Classe Rainha, para entrar na competição em 2012, quando os novos regulamentos técnicos do MotoGP começarem a ser aplicados.

A Suter planeou testar um motor da BMW, como parte do processo de desenvolvimento, tal como aconteceu no projecto do Moto2, e fornecer os chassis às equipas em 2012. O chassis irá começar a ser testado em Setembro e os desenvolvimentos irão ser assegurados pela Marc VDS Racing Team.

“Vamos fazer o mesmo que fizemos em Moto2. Primeiro construímos a moto e agora temos mais de um ano para desenvolver uma máquina competitiva. Penso que a nossa forma de trabalhar mostra que é a forma correcta, especialmente quando vemos regularmente tantos pilotos de Moto2 entre os dez primeiros. Espero ter um sucesso semelhante no Moto2”, explicou Suter, que falou depois do motor BMW que foi seleccionado para ajudar o desenvolvimento do chassis.

“Já é um motor muito competitivo na configuração base e penso que tem muito potencial para melhorar no futuro. É um modelo similar ao motor de 600cc da Honda, por isso chassis que concebemos para o Moto2 pode também ser levado para o MotoGP. Como piloto de teste vamos começar a utilizar Carmelo Morales e mais tarde temos de ver que equipa é que irá trabalhar mais connosco e, depois, decidir sobre o piloto de testes”.

Suter acrescentou ainda: “Já temos a confirmação do Marc van der Straten (presidente da Marc VDS Racing Team) de que nós irá apoiar no desenvolvimento da moto para 2012 e ele também tem como objectivo participar no MotoGP em 2012. Espero nessa altura ter uma mota muito competitiva para oferecer à equipa”.

A ‘aventura’ no Moto2 tem sido muito positiva para a Suter, que soma já duas vitórias (Shoya Tomizawa na corrida inaugural no Qatar e Jules Cluzel em Silverstone), além de vários pódios, incluindo dois pilotos entre os três primeiros na última jornada em Indianápolis: Julián Simón e Scott Redding.

“Podemos estar felizes com o sucesso que tivemos até agora, especialmente porque não tivemos problemas, a moto trabalha muito bem. Penso que é importante que todos os fabricantes tenham sucesso no Moto2, é importante para a competição que a Moriwaki, FTR e todos os outros estejam fortes. Penso que todos os envolvidos no Moto2 podem estar contentes com a nova categoria”, afirmou Suter.

Tags:
MotoGP, 2010, GP APEROL DI SAN MARINO E DELLA RIVIERA DI RIMINI

Outras actualizações que o podem interessar ›