Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Elías vence no meio da tragédia em Misano

Elías vence no meio da tragédia em Misano

O líder do Campeonato de Moto2 conquistou a sexta vitória da temporada, numa corrida ensombrada pela trágica morte de Shoya Tomizawa devido às lesões provocadas por um acidente.

Toni Elías venceu a partir da pole em Misano, no domingo, na corrida de Moto2 do Gran Premio Aperol di San Marino e della Riviera di Rimini, dilatando a vantagem no Campeonato para 83 pontos e assinando o sexto triunfo da temporada e o quarto consecutivo. Julián Simón (Mapfre Aspar) foi segundo, passando também para o segundo lugar da classificação geral, enquanto Thomas Lüthi (Interwetten Moriwaki) voltou a pisar o pódio. Contudo, o dia foi ensombrado pela trágica morte de Shoya Tomizawa, que faleceu devido aos ferimentos provocados por um acidente durante a corrida.

~

Andrea Iannone chegou a estar na frente, mas uma falsa partida acabou por ditar a penalização do piloto Fimmco Speed Up, que foi obrigado a passar pelas boxes. Essa paragem acabou por deixar o caminho livre para o trio composto por Jules Cluzel (Forward Racing), Scott Redding (Marc VDS Racing Team) e Shoya Tomizawa (Technomag-CIP).

O homem da pole também não andava longe, acabando por assumir a liderança na sexta volta, com Simone Corsi (JiR Moto2) sempre por perto. A corrida teve depois um momento fulcral, com o trio perseguidor composto por Tomizawa, Redding e Alex de Angelis (JiR Moto2) a envolver-se num grande acidente, depois da queda do japonês, que foi atingido pelo motos que seguiam atrás. Tomizawa e Redding ficaram no chão e necessitaram de assistência na Clínica Móvel. Tomizawa foi transportado para o hospital nas proximidades de Riccione, mas tragicamente sucumbiu aos ferimentos e morreu. Redding não teve ferimentos graves.

Entretanto, a luta na frente continuava, com Simón a passar Corsi e a subir para a segunda posição, numa altura em que o wild card Mattia Pasini e Sergio Gadea viam as suas corridas acabar mais cedo. Yuki Takahashi (Tech 3 Racing) também caiu, quando estava a tentar defender a quinta posição.

Com Elías seguro na liderança da corrida, Lüthi conseguiu chegar até Corsi, ultrapassando-o. Entretanto, um problema mecânico obrigava Iannone a desistir e Xavier Simeon teve uma queda quando ocupava a sétima posição.

Elías cruzou a linha de meta com uma vantagem de 1,969s para Simón, com Lüthi no terceiro posto a assegurar o quinto pódio da temporada. Elías tem agora 211 pontos no Campeonato, com Simón a passar para a segunda posição com 128 e Lüthi a manter o terceiro lugar com 124.p>

Corsi foi quarto, com Stefan Bradl (Viessmann Kiefer Racing), Cluzel, Gabor Talmacsi (Fimmco Speed Up), Dominique Aegerter (Technomag-CIP), Claudio Corti (Forward Racing) e Roberto Rolfo (Italtrans STR) a completar o Top 10.

Tags:
Moto2, 2010, GP.APEROL DI SAN MARINO E DELLA RIVIERA DI RIMINI, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›