Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Brivio avalia era “dominante” de Rossi

Brivio avalia era “dominante” de Rossi

O Director Desportivo do Campeão do Mundo na Fiat Yamaha falou da relação entre piloto, equipa e fábrica com o motogp.com e reviu o teste de Brno.

Davide Brivio fez relatório positivo do teste de MotoGP que teve lugar em Brno na segunda-feira e apesar do trabalho ter sido interrompido pela chuva, o Director Desportivo de Valentino Rossi na Fiat Yamaha disse que a rodagem da nova evolução da M1 foi positiva.

“A Yamaha vai agora prepará-la para ser usada na última corrida (do ano),” disse Brivio nesta entrevista de vídeo. “Este teste também foi importante para compreender os problemas que tivemos na corrida no domingo, quando não fomos suficientemente rápidos. Trabalhámos na afinação e encontrámos algo no final da manhã e pode ser uma boa base para as próximas corridas.”

A equipa queria testar mais com aquela afinação, bem como com o novo pneu frontal da Bridgestone, mas o tempo que se fez sentir afectou os planos. “Não foi (tempo) suficiente, mas foi melhor que nada porque precisávamos de resolver o que aconteceu no domingo,” acrescentou Brivio sobre as horas de trabalho em pista.

A notícia oficial da partida de Rossi no domingo após sete épocas e quatro Campeonatos do Mundo também foi abordada por Brivio, que olhou para o passado sem perder o norte quanto à presente temporada.

“É uma pena a Yamaha e o Valentino separarem-se no próximo ano, mas ainda temos oito corridas pela frente, pelo que vamos dar o melhor e ver se conseguimos ganhar algumas corridas para terminarmos esta fantástica relação da melhor forma possível. É triste, mas a vida é assim!” disse o italiano antes de continuar a falar do impacto de Rossi na história da marca nipónica.

“Foi muito importante porque quando o Valentino chegou à Yamaha a formação de fábrica não tinha somado pódios no ano anterior e, de repente, ganhámos o Campeonato em 2004 e na primeira tentativa,” disse. “Depois ganhámos tudo o que havia para ganhar em 2005, pelo que foi muito importante porque ele deu respostas muito importantes aos engenheiros para ajudar a desenvolver a moto e, é claro, os engenheiros da Yamaha estiveram muito bem a responder aos pedidos dele e na resolução dos problemas.”

“Foi particularmente fantástico no início porque foi uma mudança dramática nas nossas prestações. Não ganhávamos há 12 anos e de repente com o Valentino passámos a dominar o MotoGP.”

Tags:
MotoGP, 2010, CARDION AB GRAND PRIX ČESKÉ REPUBLIKY, Valentino Rossi, Fiat Yamaha Team

Outras actualizações que o podem interessar ›