Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rossi mais rápido no Japão

Rossi mais rápido no Japão

O italiano assinou o melhor tempo de FP1 em Motegi iniciando o fim-de-semana com muita determinação. Num momento chave para o Campeonato de 201o, Dani Pedrosa, da Repsol Honda, sofreu fractura múltipla na clavícula esquerda em resultado de queda nos momentos iniciais do treino.

Valentino Rossi começou o seu fim-de-semana de Grande Prémio de forma muito positiva ao assinar o melhor tempo dos livres desta sexta-feiro com um registo de 1m48,174s na última volta dos 60 minutos de trabalho. O piloto da Fiat Yamaha roubou o primeiro posto ao compatriota Andrea Dovizioso, que ficou a 0,213s de distância.

No que foi uma significativa reviravolta para o Campeonato, e um momento de grande azar para Dani Pedrosa, o piloto da Repsol Honda fracturou a clavícula esquerda em dois sítios quando caiu ainda nos primeiros cinco minutos da sessão. O jovem de 25 anos tinha completado apenas duas voltas quando caiu da RC212V e foi transportado de maca para o centro médico onde a sua lesão foi confirmada por Raio-x.

Assim, Dovizioso será o único piloto a defender as cores da formação de fábrica. Dovizioso liderou a sessão até à última volta e terminou em segundo com um tempo de 1m48,387s. A apenas 0,087s de distância ficou o líder do Campeonato Jorge Lorenzo, que se quedou a três décimos de segundo exactos do companheiro de equipa Rossi.

Casey Stoner assinou a quarta marca com a sua Ducati Desmosedici GP10 ficando apenas a sete milésimos de Lorenzo, com Ben Spies (Monster Yamaha Tech 3) a recuperar de um contratempo a meio da sessão para terminar em quinto. Hiroshi Aoyama (Interwetten Honda MotoGP) completou o Top 6 após impressionante sessão que terminou com o estreante nipónico a mostrar-se em boa forma.

Colin Edwards (Monster Yamaha Tech 3), Héctor Barberá (Páginas Amarillas Aspar), Loris Capirossi (Rizla Suzuki) – de regresso após ausência devido a lesão – e Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini Team) ficaram todos dentro dos dez primeiros.

Houve ainda saídas de pista por parte de Randy de Puniet (LCR Honda), Marco Melandri (San Carlo Honda Gresini Team) e Aleix Espargaró (Pramac Racing), enquanto Nicky Hayden (Ducati Team) também caiu nos últimos cinco minutos, mas sem consequências.

Tags:
MotoGP, 2010, GRAND PRIX OF JAPAN, FP1

Outras actualizações que o podem interessar ›