Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Rolfo vence na Malásia e Elías conquista ceptro de Moto2

Rolfo vence na Malásia e Elías conquista ceptro de Moto2

Toni Elías assegurou a conquista do primeiro Campeonato do Mundo de Moto2 ao terminar em quarto no Shell Advance Malaysian Motorcycle Grand Prix, com Roberto Rolfo a vencer a corrida.

Toni Elías foi coroado como o primeiro Campeão do Mundo de Moto2 em Sepang no domingo após ter terminado em quarto na 14ª jornada da campanha. Roberto Rolfo também festejou depois de ter conquistado a primeira vitória no Campeonato do Mundo desde que venceu a corrida das 250cc em Jerez.

A subir ao pódio pela primeira vez esta época esteve Alex de Angelis (JiR Moto2) que lutou com Rolfo pelo triunfo no final da corrida, enquanto Andrea Iannone (Fimmco Speed Up) completou o pódio após maravilhoso duelo com Elías, da Gresini Racing.

Foram vários os pilotos que mostraram bom ritmo no início enquanto Elías, Thomas Lüthi (Interwetten Moriwaki Racing) e Iannone rodavam na frente. O homem da pole Julián Simón, que era o único que podia travar Elías na conquista do título, não fez boa partida e perdeu sete posições, tornando a sua corrida bem mais difícil.

Scott Redding (Marc VDS Racing) foi outro piloto a ter bom início, rodando com o grupo do frente, enquanto Simón recuperava terreno para iniciar luta com Elías.

Contudo, o piloto da Mapfre Aspar voltou a perder posições na sexta volta, sofrendo depois uma queda na volta seguinte que o fez ficar de fora da luta pelas posições pontuáveis numa altura em que Elías ainda não tinha o título garantido. Logo depois Lüthi também caía quando lutava por chegar à frente.

Entretanto, na frente da corrida Rolfo emergia como líder a oito voltas do final, com De Angelis muito próximo. Mas a corrida de Redding terminou mais cedo com o britânico a ir para as boxes depois de problemas com o calor.

Por esta altura Elías e Iannone lutavam pelo terceiro posto numa grande batalha e enquanto Roflo se defendia de De Anglis para cruzar a meta com 0,040s de margem, Iannone levava a melhor sobre Elías para ser terceiro por quatro décimos de segundo. Um resultou que deu o título ao piloto da Gresini.

Os cinco primeiros contaram ainda com Alex Debón (Aeroport de Castelló-Ajo), enquanto o Top 10 foi completado por Karel Abraham (Cardion AB Motoracing), Stefan Bradl (Viessmann Kiefer Racing), Dominique Aegerter (Technomag-CIP), Jules Cluzel (Forward Racing) e Simone Corsi (JiR Moto2).

Tags:
Moto2, 2010, SHELL ADVANCE MALAYSIAN MOTORCYCLE GRAND PRIX, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›