Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Corrida agradável, mas frustrante para Hayden

Corrida agradável, mas frustrante para Hayden

O piloto da Ducati sentiu-se muito bem com a sua Desmosedici Phillip Island, mas não conseguiu esconder a desilusão de ter perdido a última posição do pódio por muito pouco.

Pela segunda vez nesta época Nicky Hayden foi batido na luta pelo último lugar do pódio por margem muito pequena, no passado domingo. Na primeira corrida do ano no Qatar o americano perdeu o pódio por apenas 0,011s e Phillip Island, a 16ª jornada, foi um verdadeiro caso de ‘déjà vu’, com Hayden a ser batido por 0,038s.

A três voltas do final Hayden fez soberba ultrapassagem a Valentino Rossi para assumir o terceiro posto, mas na última volta e no mesmo local (Curva Honda) o italiano passou o piloto da Ducati e defendeu-se bem dos ataques de Hayden até final.

O duelo foi um dos momentos altos da corrida, mas isso pouco consolou Hayden que ficou muito perto do segundo pódio de 2010.

“Não é muito agradável!” disse Hayden depois da corrida. “Tínhamos uma moto muito boa hoje e é isso que é tão frustrante. A equipa fez algumas alterações e eu estraguei o warm up um bocado ao sair de pista e não compreendi bem quão boa estava. Depois de algumas voltas (na corrida) compreendi que estava mesmo boa nos sítios onde lutei durante todo o fim-de-semana e consegui ser rápido.”

Ele continuou: “Gostei mesmo da corrida. Foi uma luta pelo terceiro posto e normalmente quando se luta com o Rossi é pela vitória! Mas acabei em quarto. Diverti-me, mas não fiquei contente com o quarto lugar. Tive uma grande oportunidade de o bater, mas não consegui, por isso peço desculpa à equipa porque sinto que devíamos ter tido duas Ducati no pódio. Dei tudo, mas hoje não aconteceu, por isso é difícil ver o lado positivo.”

Pode ver a batalha decisiva entre Rossi e Hayden na última volta a Phillip Island carregando aqui.

Tags:
MotoGP, 2010, IVECO AUSTRALIAN GRAND PRIX, Nicky Hayden, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›