Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo foi o mais rápido no Estoril

Lorenzo foi o mais rápido no Estoril

O recém coroado Campeão do Mundo de MotoGP, Jorge Lorenzo, tripulando a sua Fiat Yamaha, garantiu o melhor tempo da categoria rainha, aproveitando da melhor forma as melhores condições atmosféricas que aconteceram na altura em que a segunda sessão de treinos decorreu, à frente de Nicky Hayden e Valentino Rossi.

Depois de uma sessão matinal marcada pela chuva forte e por uma trovoada, os pilotos do MotoGP foram finalmente capazes de rodar na pista do Estoril, cumprindo assim na sua totalidade uma boa série de voltas que dão as primeiras indicações com vista á disputa do bwin Grande Premio de Portugal.

O Campeão do Mundo e vencedor da corrida do Estoril nas passadas duas épocas, garantiu o melhor tempo absoluto quase no final da sessão de 45 minutos que decorreu esta tarde no circuito português, conseguindo 1’48.522 com a sua M1 de fábrica, partindo assim com toda a confiança para um fim de semana que se prevê bastante complicado. O piloto da Ducati, Nicky Hayden mostrou também estar em grande forma, colocando-se apenas a 0.135s do espanhol, com Valentino Rossi (Fiat Yamaha) a completar o “pódio provisório” também ele a conseguir uma marca abaixo de 1m49.

Casey Stoner, tenta nesta corrida a sua quarta vitória em cinco corridas nesta época, mas não foi além do quarto tempo, com 1’49.061, o que fez com que o homem da Ducati fosse o último a garantir uma diferença para a pole inferior a um segundo. A Monster Yamaha Tech 3 de Ben Spies e a San Carlo Honda Gresini de Marco Melandri, ficaram separados por apenas seis centésimos de segundo, colocando-se na quinta e sexta posições respectivamente.

Rando de Puniet, com a LCR Honda, conseguiu liderar a sessão durante algum tempo, mas o seu tempo final de 1’50.043, colocaram-no finalmente na sétima posição, com Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini), Andrea Dovizioso (Repsol Honda) e Loris Capirossi (Rizla Suzuki) a fechar o top-ten.

Apesar do aparecimento do sol, mais para o final da sessão, a pista manteve-se molhada, o que fez com que houvesse algumas quedas, como as de Héctor Barberá (Paginas Amarillas Aspar), Dovizioso, Colin Edwards (Monster Yamaha Tech 3) e Álvaro Bautista (Rizla Suzuki).

Dani Pedrosa (Repsol Honda) foi para a pista com bastante confiança, tentando esquecer o acidente sofrido há algumas corridas, colocando-se no 13º lugar, com Carlos Checa (Pramac Racing Team ) a ser 17º e Aleix Espargaró (Pramac Racing) e Hiroshi Aoyama (Interwetten Honda MotoGP) que juntamente com ele foram os únicos a estar em pista na primeira sessão, a não serem muito rápidos e a garantirem apenas o 14º e 15º tempos, respectivamente.

Tags:
MotoGP, 2010, bwin GRANDE PREMIO DE PORTUGAL, FP2

Outras actualizações que o podem interessar ›