Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Stefan Bradl estreia-se a vencer no Moto2

Stefan Bradl estreia-se a vencer no Moto2

Stefan Bradl, vence corrida emocionante de Moto2 no Circuito Estoril, após luta intensa com Alex Baldolini. Estreante Sofuoglu ia causando surpresa. Segundo lugar do Campeonato fica para decidir em Valencia.

O alemão Stefan Bradl (Viessmann Kiefer Racing Suter) foi o grande vencedor da categoria Moto2, na primeira corrida disputada no Circuito Estoril, ainda durante a manhã de domingo. A prova foi inicialmente dominada pelo estreante na categoria Kenan Sofuoglu (Technomag-CIP Suter) que depois se atrasou por causa de um problema técnico, deixando na frente a dupla Bradl e Baldolini, que lutaria até final pela vitória.

A corrida teve muitos comandantes. Talmacsi (Fimmco Speedup) foi o primeiro a passar pela meta no final da primeira volta, seguindo-se Yonny Hernadez (Blustens STX BQR) na segunda volta e depois Sofuoglu, que se manteve nessa posição até sete voltas do final, quando teve que ceder o comando a Bradl, em plena recta da meta.

A luta passou então para o alemão e o esforçado Baldolini (Caretta Technology Race Dpt I.C.P.) mas cedo se percebeu que apenas sobre a meta o italiano poderia ter algumas hipóteses de vitória. Saindo por duas vezes muito bem da parabólica, Baldolini conseguiu ser líder durante um par de vezes, mas era sempre ultrapassado no final da recta da meta, pelo que a vitória acabou por ser mesmo entregue a Bradl. O terceiro lugar do pódio foi igualmente muito discutido até final por nada menos do que nove pilotos, acabando por ser Alex de Angelis (JIR Moto2 MOTOBI) a garantir essa posição.

Scott Redding (Marc VDS Racing Team), o turco Kenan Sofuoglu (Technomag-CIP) e Raffaele de La Rosa ( Tech3 Racing) encerraram as contas dos seis primeiros, nos quais não entraram sequer os dois candidatos á discussão do segundo lugar final do campeonato Julian Simon (Mapfre Aspar Team Suter) e Andrea Iannone (Fimmco Speed Up), este último protagonista de uma boa recuperação de 21º ao quarto lugar, mas depois a sofrer uma queda a sete voltas do final.

A encerrar o Top 10 ficaram Anthony West (Mz Racing Team Honda) o homem da pole position, Gabor Talmacsi (Fimmco Speed Up), Dominique Aegerter (Technomag – CIP Suter) e finalmenente Karel Abraham (Cardion AB Motor Racing FTR).

O Campeão do Mundo 2010, Toni Elias (Gresini Racing Moto 2 Morwaki) caiu na 14ª volta, registando-se ainda mais algumas quedas, como as de Valentin Debise (WTR San Marino Team ADV) Carmelo Morales ( Racing Team German Suter) e ainda e o já referido Iannone.

Tags:
Moto2, 2010, bwin GRANDE PREMIO DE PORTUGAL, RAC

Outras actualizações que o podem interessar ›