Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Shenton deixa Suzuki ao cabo de 19 anos

Shenton deixa Suzuki ao cabo de 19 anos

Após bem sucedida carreira com a formação de MotoGP, o elemento com mais anos de casa e o mais recente Chefe de Equipa de Loris Capirossi deixou a formação. Vários outros elementos deixaram também a equipa após esta ter anunciado que só vai fazer correr Álvaro Bautista como único piloto e 2011.

O elemento que há mais tempo trabalhava com a Suzuki nos Grandes Prémios, o Chefe de Equipa Stuart Shenton, deixou a formação ao cabo de 19 anos de carreira com a marca nipónica.

Shenton e a Suzuki separaram-se após a última corrida do ano em Valência, depois da Suzuki ter confirmado os seus planos de fazer correr apenas um piloto na próxima época do Campeonato do Mundo de MotoGP. O muito experiente inglês começou a trabalhar nos paddocks dos Grandes Prémios de motociclismo em 1976, com a Kawasaki, passando depois para a Honda em 1983. Shenton juntou-se à Suzuki em 1992 e foi engenheiro chefe de muitos grandes pilotos da Suzuki, incluindo Kevin Schwantz, Sete Gibernau, John Hopkins, Loris Capirossi e muitos outros nomes.

Devido à decisão da Suzuki operar apenas com um piloto no próximo ano, vários outros membros da formação vão juntar-se a Shenton e deixar a equipa. George Dziedzic, Richard Francis, Jeffrey Oh, Tsutomu Matsugano, Renato Pennacchio e Erkki Siukola são os nomes que não vão fazer parte da formação na sequência da reestruturação da equipa para 2011.

A Suzuki Motor Corporation gostaria de agradecer a todos que agora partem pelos anos de serviço prestados e desejar a todos sorte nas suas carreiras.

Shinichi Sahara – Director de Projecto do Team Suzuki MotoGP:

“Quero desejar ao Stuart o melhor e agradecer-lhe do fundo do coração por tudo o que fez pela Suzuki. Foi sempre muito trabalhador, dando o máximo pelos melhores resultados. É um dos homens mais metódicos com que trabalhei no motociclismo e a equipa vai sentir muito a falta da sua experiência e vontade de fazer as coisas. Também quero desejar sorte, em nome da Suzuki, a todos os outros que deixam a equipa. É triste ter de dizer adeus, mas espero que a amizade continue a existir e que tenhamos a oportunidade de voltarmos a trabalhar juntos no futuro.”

Comunicado de imprensa Rizla Suzuki

Tags:
MotoGP, 2010, Rizla Suzuki MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›