Compra de bilhetes
VideoPass purchase

“Dia excitante” para Preziosi com Rossi a trabalhar no motor de 2011 da Ducati

“Dia excitante” para Preziosi com Rossi a trabalhar no motor de 2011 da Ducati

O piloto italiano passou a maior parte do primeiro dia do Teste Oficial de Valência a rodar com o motor big bang na estreia com a Ducati e o Director Geral Filippo Preziosi ficou muito contente com os resultados obtidos.

O primeiro dia do há muito esperado teste de defeso do MotoGP em Valência começou com céu cinzento e alguma chuva durante a manhã, o que deixou a pista impraticável para as primeiras horas de trabalho, entre as 09h00 e as 10h00 locais, altura em que, felizmente, o sol começou a surgir e a secar gradualmente a pista.





Pelas 10h55 Valentino Rossi chegou à box onde Filippo Preziosi, Jeremy Burgess e as sua equipa de engenheiros e técnicos o esperavam. O início do teste da Ducati teve início precisamente às 11h46 com o piloto oficial de testes Franco Battaini a ir para a pista para uma primeira avaliação aos comandos de uma GP11 negra e, finalmente, pelas 12h23 foi a vez do nove vezes Campeão do Mundo rodar com a Ducati Desmosedici pela primeira vez.





Rossi começou com uma GP11 equipada com o motor big bang, que usou durante quase todo o dia enquanto trabalhou na geometria e outros acertos. Conforme o dia se foi aproximando do fim ele fez uma derradeira saída para a pista com a versão screamer do bloco propulsor.

Filippo Preziosi, Director Geral da Ducati Corse

“Foi claramente um dia muito excitante. O que mais gostei hoje foram as reacções positivas do Vale e a sua capacidade de análise. Hoje testámos a GP com o motor big bang numa afinação padrão, que ele modificou passo a passo para a adaptar ao seu estilo de pilotagem. O primeiro comentário dele quando abriu o visor do capacete foi positivo, sobre a entrega de potência e depois deu mais uns detalhes técnicos impressionantes. É claro que temos que fazer em termos de adaptação da moto ao seu estilo, mas é muito bom e muito interessante trabalhar em algo assim. Trabalhámos na geometria e afinação hoje para vermos como é que a moto responde e para obtermos alguma experiência a trabalhar com o Vale e o Jeremy (Burgees). No final da sessão rodámos com a versão screamer do motor, mas vamos fazer mais análises entre os dois motores amanhã porque entregam a potência de duas formas muito diferentes – o big bang tem uma curva de potência mais regular, enquanto o screamer é mais agressivo, mas também mais potente.”

Tags:
MotoGP, 2010, GRAN PREMIO GENERALI DE LA COMUNITAT VALENCIANA, Valentino Rossi, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›