Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Segundo dia atarefado em Valência

Segundo dia atarefado em Valência

Com uma pista em melhores condições, a manhã do último dia do Teste Oficial de MotoGP foi produtiva. Jorge Lorenzo liderou os tempos até ao meio do dia, seguido de perto pelo seu companheiro de equipa Ben Spies. Valentino Rossi foi o 13º numa Ducati.

O segundo dia do Teste Oficial do MotoGP em Valência recebeu a Classe Rainha com uma pista em melhores condições, comparado com ontem, permitindo uma manhã ocupada e produtiva para equipas e pilotos.

Às 13h00 locais, Jorge Lorenzo liderava uma vez mais a tabela de tempos e impunha o ritmo, assinando a volta mais rápida com 1m32,179s, enquanto continua a testar quer a nova M1, quer a versão actualizada da versão de 2010. Aos comandos da sua nova Yamaha de fábrica, o companheiro de equipa Bem Spies ficou a apenas 0,143s e foi o piloto com a manhã mais produtiva, cumprindo 49 voltas ao circuito.

Marco Simoncelli caiu durante a manhã, parando o trabalho na máquina da Gresini Honda durante um curto período. O italiano acabaria, contudo, por regressar à pista pouco depois das 13h00 locais, altura em que detinha a terceira melhor marca do dia, apesar do número de voltas cumpridas não ter sido muito grande. Com a fábrica Honda Casey Stoner continuou também o trabalho aos comandos da RC212V e ficou a 0,403s do tempo de Lorenzo. O companheiro de equipa do australiano na equipa da Repsol Honda Dani Pedrosa foi quinto, com todos os pilotos da HRC a trabalharem no desenvolvimento da máquina de 2010 para a nova temporada.

O piloto da Rizla Suzuki Álvaro Bautista e a sua equipa estão a aproveitar o Teste para verificar as alterações introduzidas na GSV-R, com o espanhol a retirar quase um segundo ao tempo marcado no primeiro dia. Com o sexto melhor tempo, com uma Honda de fábrica, Andrea Dovizioso e o homem da Ducati Nicky Hayden seguiram-no na tabela de tempos. Os três completaram 36 voltas antes de uma pequena pausa para almoço.

O piloto da Monster Yamaha Tech 3 Colin Edwards testou o actualizado motor da M1 e o renovado chassis, enquanto Randy de Puniet (Pramac Racing), Héctor Barberá (Paginas Amarillas Aspar) e Hiroshi Aoyama (San Carlo Honda Gresini) aproveitaram as três horas da sessão para ultrapassarem a marca de 30 voltas.

De igual modo, o companheiro de Nicky Hayden na Ducati, Valentino Rossi, continuou a comparação entre os motores “screamer” e “big bang”, depois de no primeiro dia ter utilizado maioritariamente esta última versão. Às 13h00, o italiano tinha completado 27 voltas e era o 13º na tabela de tempos, a 1,669s de Lorenzo.

Os rookies Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3) e Karel Abraham (Cardion ab Motoracing) conseguiram melhorar os tempos do primeiro dia, tal como Loris Capirossi (Pramac Racing) e Toni Elías (LCR Honda), ao mesmo tempo se continuam o trabalho de adaptação às novas máquinas.

Pode ver os tempos actualizados de hoje, bem como a tabela de ontem, carregando aqui.

Tags:
MotoGP, 2010

Outras actualizações que o podem interessar ›