Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Teste de Jerez afectado por mau tempo

Teste de Jerez afectado por mau tempo

Com más condições climatéricas, o teste de Jerez continuou durante a tarde, mas com poucos mais pilotos a optarem por ir para a pista.

Tom Luthi (Interwetten Moto2) e Andrea Iannone (WTR/Speed Master Team), fizeram 10 e 35 voltas, respectivamente, com as suas novas montadas, com Iannone a assinar o melhor tempo oficioso de Moto2 com 1m57,6s. Ambas as equipas trabalharam para confirmar a afinação de base do chassis Suter que testaram em Valência.

Mika Kallio (Marc VDS Racing), Pol Espargaro (Tuenti Speed Up) e Xavier Fores (Mapfre Aspar Team) também estiveram em pista para ganharem experiência com as suas motos, assinando como melhores marcas 2m01,6s, 2m01,3s e 1m58,4s, respectivamente.

Iodaracing estreou-se em pista na classe de Moto2, com o italiano Simone Corsi a fazer seis voltas e a conseguir um tempo de 2m03s. O companheiro de equipa de Corsi de 2010 na JiR Moto2, Mattia Passini, a juntar-se ao compatriota na Iodaracing, mas a não ir para a pista no molhado.

Kev Coghlan, que foi recentemente anunciado como ocupante do lugar deixado vago por Alex Debón, juntou-se à lista de pilotos que não rodou e no qual se incluiu ainda Scott Redding (Marc VDS Racing), Julian Simon (Mapfre Aspar Team), Marc Marquez (Monlau Competicion) e a dupla da Tenerife 40 Pons Aleix Espargaro e Axel Pons.

Testaram ainda dois pilotos sem lugar atribuído: Valentin Debise, que esteve em pista ao lado de Pol Espargaró com a formação Tuenti Speed Up, e Alex Baldolini, com a Forward Racing, mas que não foi para a pista.

No que toca ao MotoGP, Karel Abraham assinou como melhor tempo a marca de 1m54,1s aos comandos do protótipo 2011 da Ducati Desmosedici. A equipa Cardion AB trabalhou também na nova suspensão. Quem partilhou a box da formação foi Franco Battaini, piloto de testes oficial da Ducati, que rodou com o bloco Big Bang levando a cabo 40 voltas e conseguindo um registo de 1m53,6s.

O primeiro teste de MotoGP da Suter Racing teve início com Damian Cudin a conseguir uma marca de 1m57,7s ao cabo de 36 voltas com a máquina de 2012, enquanto Scott Redding espera levar a cabo as primeiras voltas numa máquina da categoria rainha amanhã, se as condições climatéricas o permitirem.

Todas as equipas pararam o trabalho por volta das 17 horas locais, quando faltava ainda uma hora para o final da sessão, e tudo devido a óleo derramado na Curva 1.

Todos os tempos são oficiosos.

Tags:
MotoGP, 2010

Outras actualizações que o podem interessar ›