Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Gresini excitado com perspectivas após emocionante final de 2010

Gresini excitado com perspectivas após emocionante final de 2010

O patrão da San Carlo Honda Gresini fala dos pilotos Marco Simoncelli, Marco Melandri e Hiroshi Aoyama enquanto deita um olho pela campanha de 2010 e outro por 2011.

A Moto2 pode ter sido a mais bem sucedida categoria para a Gresini esta época, mas o patrão da formação, Fausto Gresini, também teve boa temporada com a equipa de MotoGP, principalmente no que toca à prestação de Marco Simoncelli no ano de estreia na categoria rainha.

“Temos de admitir que o início da época não foi fácil para o Marco Simoncelli. Como estreante, começar no MotoGP com pouca experiência e poucos testes ia ser sempre difícil. Nem o Marco, nem a equipa tinham muita experiência, mas a sua atitude foi sempre positiva e isso ajudou-o. Ele caiu muito no início, na primeira parte do ano, mas mostrou sempre grande tenacidade e foi muito exigente consigo próprio,” disse Gresini nesta entrevista de vídeo.

“Pelo final do Campeonato ele tinha melhorado muito. A ajuda da Honda foi fundamental e toda a equipa cresceu. Estivemos muito bem na segunda metade da época e o Marco demonstrou grande potencial, acima de tudo pensando na próxima temporada. O balanço é positivo porque a evolução foi significativa e continua.”

“Ele ganhou uma perspectiva diferente em todas as corridas e para se ser piloto tem-se sempre de ter auto-confiança, o que o ajudou a dar grandes passos. O quarto lugar em Portugal foi o momento alto da época e terminar a temporada de estreia desta forma, por parte de um estreante como o Marco, deu-nos grande confiança para o próximo ano.”

Do outro lado da box da San Carlo Honda Gresini durante 2010 esteve Marco Melandri, cuja temporada não correu como esperado. “O Marco Melandri representou sempre muito para nós e já ganhámos corridas com ele no passado. Esperávamos bons resultados, mas não se concretizaram,” explicou Gresini. “Quando parecia que tínhamos encontrado a direcção certa uma queda obrigava-nos a começar de novo. Quando se perde um terço da época começa-se a pensar no ano seguinte e as coisas tornam-se complicadas.”

Comentando o final de época do italiano em décimo do Campeonato Gresini acrescentou: “Esta não é a posição do Marco, mas ele não encontrou nada com esta moto. Gostava de ter feito mais para o ajudar. Espero que ele se dê bem com a sua nova aventura porque gostamos muito dele.”

A próxima época tem perspectivas excitantes para a equipa. “Em 2011 o Simoncelli vai ser piloto oficial da HRC, e isto é uma grande responsabilidade para ele e para nós,” disse Gresini. “Sabemos que ele ainda pode desenvolver-se e crescer e ter um grande Campeonato. Começamos com boa base de experiência e vamos trabalhar lado a lado com os técnicos da HRC nos Testes. É difícil dizer o que podemos atingir, o MotoGP é sempre um categoria complicada, mas sabemos que temos um grande piloto e uma grande moto.”

Ao lado de Simoncelli estará o antigo rival de 250cc Hiroshi Aoyama, sobre quem Gresini disse: “Ele não teve muita sorte no MotoGP. Acreditamos que é um bom piloto e que precisa de uma equipa com experiência e estamos convencidos que podemos ajudar o seu progresso. Não esperamos vitórias, mas ele tem potencial.”

Tags:
MotoGP, 2010, San Carlo Honda Gresini

Outras actualizações que o podem interessar ›