Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Recuperação de Crutchlow no bom caminho

Recuperação de Crutchlow no bom caminho

O piloto da Monster Yamaha Tech 3 explicou ao motogp.com que apenas após uma semana da operação ao ombro está contente com os progressos conseguidos e revelou que espera estar totalmente apto para o Teste de Sepang no início de Fevereiro. Crutchlow discutiu ainda a próxima época.

Cal Crutchlow acredita que vai estar totalmente recuperado para tirar o máximo partido do Teste Oficial de MotoGP em Sepang, a 1 de Fevereiro, apesar da recente operação ao ombro. O britânico de 25 anos, que vai levar a cabo a primeira temporada com a Monster Yamaha Tech 3, foi alvo de cirurgia ao ombro na semana passada em Manchester e explicou ao motogp.com que o Professor Len Funk, que o operou, espera que esteja apto a tempo da Malásia.

”Caí no final de 2009 e rasguei um ligamento no ombro – similar ao que se passou com o Valentino (Rossi),” disse Crutchlow. “Por ter rodado assim todo o ano desgastei a articulação do ombro por isso, quando o abriram, estava pior que o esperado. Fizeram o melhor trabalho possível e devo recuperar totalmente. Devo estar apto para Fevereiro, para o Teste de Sepang. Ficaram todos contentes com o resultado da operação.”

Ele continuou: “Devo estar com o braço ao peito durante três semanas, mas estou a fazer fisioterapia todos os dias e está a correr bem. Estou a usar a câmara hiperbárica, que é uma instalação fantástica. Uso-a hora e meia todo os dias, depois faço uma hora de fisioterapia e uma hora de bicicleta estática em casa. O braço está bom quando lhe tiro o apoio e poço fazer quase tudo. Já tenho quase a totalidade do movimento, só o músculo é que ainda está um pouco dorido, como era de esperar.”

Crutchlow vai viajar para os Estados Unidos para o Ano Novo e depois disso testará o ombro de novo aos comandos de uma moto. “Vou para os Estados Unidos para fazer duas semanas de ciclismo na Califórnia no início de Janeiro e vou continuar com a fisioterapia lá. Assim que voltar em meados de Janeiro espero, de alguma forma, andar de moto para garantir que posso travar e aguentar e força e coisas dessas. O cirurgião, o fisioterapeuta, todos dizem que não há motivos para não estar em Sepang e devo estar totalmente apto por essa altura.”

Revendo os progressos conseguidos até ao momento depois do teste privado no Japão ter sido afectado pelo tempo antes dos dois dias de trabalhos oficiais em Valência, em Novembro, Crutchlow disse: “Valência não é um circuito fácil para um primeiro Teste de MotoGP porque não é muito aberto nem rápido ou fluído. É um circuito um bocado apertado, mas estou contente por o termos feito e rodei muito. Agora estou desejoso por ir para Sepang, um circuito onde nunca estive, e para testar. Penso que é mais parecido com as outras pistas do calendário do MotoGP, pelo que será bom ir lá e ver como as coisas estão.”

O antigo Campeão do Mundo de Supersport mantém reservadas as expectativas para a época de 2011 de MotoGP e espera que a sua primeira época seja uma experiência de aprendizagem antes do verdadeiro arranque em 2012.

”Vai ser uma grande curva de aprendizagem para mim este ano. Nunca rodei com motos de GP antes e tenho de aprender dez pistas do calendário. Vou de ter aprender depressa, vou ter de lutar contra os melhores pilotos do mundo e estou desejoso por isso,” disse.

”Estarei melhor nuns circuitos que noutros porque os conheço, mas não estou sobre qualquer tipo de pressão por parte do Henry (Poncharal, patrão da Tech 3) e da equipa, da Yamaha ou de mim próprio. Quero apenas aprender a rodar com a moto no primeiro ano e depois ter um forte segundo ano. Quando mudar para 1000cc (em 2012) talvez esteja um pouco mais perto depois de ter tido um ano nas 800cc.”

Tags:
MotoGP, 2010, Monster Yamaha Tech 3

Outras actualizações que o podem interessar ›