Compra de bilhetes
VideoPass purchase

125cc: Época de 2010 em revista

125cc: Época de 2010 em revista

A corrida pelo ceptro disputou-se até à última jornada, com o espanhol de 17 anos Marc Márquez a levar a melhor sobre os compatriotas Nico Terol e Pol Espargaró no que foi uma emocionante batalha ao longo de todo o ano. O motogp.com recorda toda a temporada com resumos de vídeo dos momentos mais importantes.

Oferecendo a luta mais renhida de 2010, a categoria de 125cc manteve-se em aberto até à última jornada da campanha em Valência, onde Marc Márquez se tornou no segundo mais jovem Campeão do Mundo nos 62 anos de história do MotoGP. O jovem de 17 anos da Red Bull Ajo Motorsport, que venceu dez corridas ao longo do ano, teve de se defender dos ataques dos espanhóis Nico Terol, que foi segundo, e Pol Espargaró que terminou em terceiro.

Contudo, Márquez não teve início de ano fácil. Depois de Terol ter aberto 2010 com vitória no Qatar, Espargaró assinou dois triunfos consecutivos em Jerez e Le Mans, sublinhando as sólidas credenciais de candidato ao título. Na verdade, as coisas tornaram-se um pouco complicadas para Máquez em Jerez, onde uma queda após a partida da pole resultou num ombro deslocado.

Com Terol e Espargaró a liderarem ao cabo de três rondas, Márquez respondeu de forma fenomenal. A primeira vitória num Grande Prémio do Campeonato do Mundo surgiu em Mugello, o início de uma sequência de cinco vitórias que o levou ao topo da tabela de pontos após oito jornadas.

O quarto desses triunfos surgiu na Catalunha, onde uma queda de Terol fez com que o piloto da Bancaja Aspar falhasse a jornada seguinte na Alemanha, onde uma queda de Espargaró permitiu a Márquez abrir uma vantagem.

Contudo, a luta estava longe do final e no regresso à acção em Brno foi Terol quem venceu e repetiu o feito depois em Indianapolis, como apenas cinco pontos a separarem o líder Márquez do segundo classificado Terol e do terceiro, Espargaró, após a 10ª jornada.

Márquez ganhou em Misano, mas uma queda envolvendo Randy Krummenacher em Aragón e a vitória por parte de Espargaró voltaram a deixar a porta aberta e levaram Terol à liderança.

Tal como já tinha feito, Márquez respondeu de forma brilhante e venceu as quarto corridas que se seguiram em Motegi, Sepang, Phillip Island e Estoril – as três primeiras desde a pole. O triunfo na Malásia deu a Márquez a primeira posição na tabela de pontos uma vez mais e a vitória em Portugal numa das corridas do ano foi absolutamente emocionante.

O quarto lugar na última corrida do ano em Valência foi o bastante para Márquez reclamar o primeiro ceptro de Campeão do Mundo e serviu também para mostrar o seu grande talento e para o apresentar como uma das estrelas em ascensão do Campeonato do Mundo.

Tags:
125cc, 2010

Outras actualizações que o podem interessar ›