Compra de bilhetes
VideoPass purchase

MotoGP 2011: A nova época

MotoGP 2011: A nova época

Dentro de menos de um mês tem lugar o primeiro Teste Oficial de MotoGP em Sepang, o arranque da luta pela última coroa de 800cc. O motogp.com faz agora a antevisão da próxima época.

A campanha de 2010 ainda está fresca na memória, mas o centro das atenções está já em 2011. Com o primeiro Teste Oficial em preparação na nova temporada realizado logo após a última prova do ano em Valência, em Novembro, as emoções da última época das 800cc, antes da introdução das 1000cc em 2012, está a provocar ainda mais expectativa em relação à temporada de 2011.

Olhando para os principais candidates ao título de MotoGP de 2011, o Campeão do Mundo Jorge Lorenzo apresenta-se na frente da lista, tendo como objectivo sublinhar o seu estatuto de novo dominador da categoria. Com um ano de 2010 consistente, com 16 pódios em 18 possíveis com a M1, o piloto de fábrica da Yamaha mostrou grandes melhorias em termos de maturidade quando em comparação com os seus anos anteriores na categoria rainha.

Enquanto Lorenzo a optar pela continuidade na Yamaha, dois dos seus principais rivais vão rodar com novas equipas em 2011. Casey Stoner tornou-se piloto oficial da HRC e a sua demonstração no Teste de Valência a dar a entender uma afinidade imediata com a RC212V, enquanto Valentino Rossi ocupou o lugar deixado vago pelo australiano na Ducati, com o alinhamento italiano a dar ainda mais fascínio à grelha. Rossi pode não ter tido uma introdução tão confortável à sua montada como Stoner teve na Honda, mas o historial do nove vezes Campeão do Mundo faz com que seja expectável vê-lo lutar forte com a Desmosedici a 20 de Março, em Losail.

Tal como Lorenzo, Dani Pedrosa espera beneficiar de estabilidade ao continuar com o mesmo alinhamento em 2011 e depois de ter sido vice-Campeão em 2010 o espanhol fará a sexta temporada com a Honda oficial. Rival de Lorenzo até se ter lesionado no final do ano, Pedrosa estará certamente de olhos posto na conquista do primeiro ceptro na categoria rainha.

Da mesma forma que ainda se fala muito dos quatro primeiros, a diferença atrás deles foi reduzida de forma constante e são vários os pilotos que deverão estar confiantes na luta pelo topo, isto depois de terem dado mostras das suas capacidades de andar na frente.

Andrea Dovizioso levou a cabo a sua melhor época até à data na categoria rainha em 2010 e vai continuar com a Honda de fábrica; Ben Spies foi o Estreante do Ano e teve como prémio um lugar na equipa de fábrica da Yamaha; e, claro está, Nicky Hayden, antigo Campeão do Mundo, mostrou estar muito mais confortável aos comandos da Desmosedici no seu segundo ano com a marca de Bolonha. Marco Simoncelli também impressionou na primeira campanha no MotoGP e em 2011 vai rodar com a RC212V da San Carlo Honda Gresini com apoio de fábrica.

Colin Edwards tem muita experiência no MotoGP e vai continuar com a Monster Yamaha Tech 3, enquanto Loris Capirossi e Randy de Puniet são também experiente e vão dar tudo para se adaptarem rapidamente à Desmosedici da Pramac Racing Team. De regresso para uma segunda temporada e desejoso por progressos estarão Héctor Barberá (Paginas Amarillas Aspar), Álvaro Bautista (Rizla Suzuki) e Hiroshi Aoyama (San Carlo Honda Gresini).

Interessante será também a entrada de três novos pilotos na classe. Toni Elías, vencedor do primeiro Campeonato do Mundo de Moto2, regressa à categoria rainha com a LCR Honda, enquanto os estreantes Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3) e Karel Abraham (Cardion ab Motoracing) dão o salto das Superbikes e Moto2, respectivamente.

O Teste Oficial de MotoGP, a 1 de Fevereiro em Sepang, dará mais indicações em relação aos progressos de cada piloto e equipa e pode acompanhar toda a pré-época no motogp.com.

Tags:
MotoGP, 2010

Outras actualizações que o podem interessar ›