Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Pedrosa lidera a meio do segundo dia na Malásia

Pedrosa lidera a meio do segundo dia na Malásia

O primeiro Teste Oficial de MotoGP de 2011 chegou a meio esta quarta-feira com Dani Pedrosa a liderar a tabela de tempos à hora de almoço, à frente de Ben Spies. Valentino Rossi era 14º aquando do intervalo.

Não houve lugar a descanso nesta quarta-feira em Sepang com os pilotos de MotoGP a regressarem à acção para o segundo dia do Teste Oficial no circuito malaio e pelas 14 horas locai (altura em que se verificou a paragem para almoço) Dani Pedrosa, da Repsol Honda, liderava com 0,738s de margem graças à primeira volta do Teste, e até ao momento a única, abaixo dos 2m01s.

Iniciando o segundo dia com o plano de testar o novo motor da RC212V, Pedrosa assinou uma marca de 2m00,770s logo na quarta volta. Quem se seguiu no ordenamento dos tempos foi o piloto de fábrica da Yamaha Ben Spies, que começou a trabalhar nas afinações do motor e terminou a manhã com quatro milésimos de vantagem sobre Andrea Dovizioso.

O italiano da Repsol Honda esteve a avaliar novas forquilhas, diferentes das utilizadas pelos companheiros de equipa Pedrosa e Casey Stoner, e o melhor registo de Dovi foi de 2m01,512s, o que lhe valeu a terceira posição, mesmo à frente do Campeão do Mundo Jorge Lorenzo.

O mais rápido de ontem, Stoner, era quinto à hora do almoço com a sua RC212V e tinha como melhor marca 2m01,610s, ou seja pouco mais de três centésimos de segundo que o tempo que tinha assinado na terça-feira. O australiano foi seguido por Álvaro Bautista, que está a testar o novo quadro da GSV-R, bem como sistema de escape e suspensão. O espanhol rodou em 2m01,687s, um tempo que o deixou com a sexta marca até ao momento.

Colin Edwards era um homem contente após o primeiro dia e o piloto da Monster Yamaha Tech 3 regressou ao trabalho no mesmo ponto em que terminou o primeiro dia, dando continuidade ao trabalho de afinação e testando também os novos pneus Bridgestone. A melhor volta do americano foi de 2m01,731s, que o coloca em sétimo.

Seguiram-se mais duas Honda nos dez primeiros das 14 horas; os companheiros de equipa na San Carlo Honda Gresini, Marco Simoncelli e Hiroshi Aoyama, ficaram separados por menos de um décimos de segundo. O italiano testou novo travão de mão contra a versão antiga, além de ter comparado forquilhas frontais na RC212V.

Nicky Hayden foi o mais rápido da Ducati esta manhã. O piloto de fábrica rodou em 2m02,379s, o que o deixou em décimo e a 1,609s de Pedrosa. Randy de Puniet (Pramac Racing) e Héctor Barberá (Aspar Team) seguiram-se nas suas GP11, com Valentino Rossi em 14º e a 2,204s de Pedrosa enquanto continua a trabalhar à volta do problema no ombro, o que limitou o seu ritmo no primeiro dia.

Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3), Loris Capirossi (Pramac Racing), o estreante Karel Abraham (Cardion AB Motoracing) e Toni Elías (LCR Honda) completavam a ordem à hora de almoço.

Pode manter-se ao corrente de tudo, com os tempos em directo carregando aqui.

Tags:
MotoGP, 2011

Outras actualizações que o podem interessar ›