Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Espargaró: “A Moto2 é a minha categoria”

Espargaró: “A Moto2 é a minha categoria”

O piloto da Pons Racing está a preparar-se para a época de estreia na categoria intermédia em 2011 e está convencido que é a classe onde melhor poderá mostrar todo o seu potencial.

A iniciação de Aleix Espargaró à Moto2 continuou nesta semana no Circuito da Catalunha, onde o espanhol rodou durante dois dias num teste privado com o objectivo de continuar a adaptação à Pons Kalex com que vai competir esta época.

Preparando para o primeiro grande Teste do ano, que tem início na quinta-feira em Valência e que se estende por três dias, Espargaró conseguiu definir um pouco mais as suas ideias base sobre a máquina de Moto2 numa altura em que a pré-época está prestes a começar em começar em força.

“Estou contente, as sensações com a moto são únicas e isso é algo de que sentia falta depois de tanto tempo sem correr,” disse Espargaró, cuja melhor volta foi de 1m48,4s ao longo dos dois dias de trabalho. “Estive bem, testámos muitas novas coisas e, acima de tudo, sabemos em que direcção devemos trabalhar. A traseira da moto tem muito mais aderência, mas ainda não me sinto assim tão confortável com frente; tem alguma vibração. Temos de andar em frente em Valência, Portugal e Jerez – nove dias de testes, e vamos tentar chegar ao Qatar a 105%.”

O facto de Espargaró ter descido do MotoGP para a Moto2 este ano não é algo que o jovem de 21 anos veja como uma regressão. Depois de ter rodado na categoria rainha em 2010 com a Pramac Racing ele espera agora ser capaz de fazer uso da experiência adquirida nesta época na categoria intermédia com a Pons Racing.

Usando o futebol como analogia, Espargaró disse: “Sempre afirmei que quando uma como o Barcelona nos chama não podemos dizer que não, mesmo se não estivermos totalmente prontos. Foi o que me aconteceu. Não podia dizer que não ao MotoGP e, honestamente, não estava preparado.”

“Creio que a Moto2 é a minha categoria. Tenho de continuar a aprender. Aprendi muito no ano passado, isso é claro, e tirei muito do MotoGP. Agora tenho de lutar aqui e mostrar que posso regressar ao nível máximo.”

O exemplo de Toni Elías foi estudado de perto por Espargaró depois do também catalão ter ganho o primeiro ceptro de Moto2 em 2010 vindo do MotoGP – categoria a que regressou para esta época.

Contudo, Espargaró está bem consciente da dura tarefa que tem pela frente e concluiu acrescentando: “Muitas pessoas dizem: “O Toni desceu de categoria e ganhou”, mas não é assim tão fácil. No mundo do motociclismo dois mais dois nem sempre é quatro. É preciso ter em conta que o Elías é um grande piloto, muito técnico, e que lutou com o Valentino na última volta, algo que não se pode dizer de todos. É um claro exemplo a seguir. O feito do Toni foi grande e o nosso objectivo é o mesmo.”

Tags:
Moto2, 2011, Aleix Espargaro, Pons HP 40

Outras actualizações que o podem interessar ›