Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Smith “a melhorar a cada volta”

Smith “a melhorar a cada volta”

O britânico da Tech 3 fez bons progressos no Teste de Valência onde rodou com a nova Mistral 610 de 2011 pela primeira vez.

Bradley Smith está em período atarefado com vista à estreia na Moto2. O britânico completou três dias de Teste em Valência no sábado e hoje (terça-feira) já está a trabalhar no Estoril.

O ensaio de Valência representou o primeiro contacto do piloto de 20 anos com o protótipo de 2011 com que vai alinhar na campanha de estreia este ano na categoria intermédia e foi também um momento de grande melhoria nos seus tempos por volta, em particular no último dia dada a maior familiaridade com a montada.

“Foi muito positivo e foi a primeira vez que rodei com a moto de 2011,” avaliou Smith nesta entrevista de vídeo do motogp.com. “É claro que tivemos de começar do zero e construir tudo de forma gradual e aprender o máximo possível sobre a 600cc. Ainda sou algo inexperiente, por isso estes dias são muito úteis, e, é claro, o Teste de Portugal vai ser ainda mais benéfico. Estou desejoso por rodar mais com a moto e ver os progressos.”

Smith completou perto de 190 voltas ao longo dos três dias, usando a experiência de Moto2 do companheiro de equipa Mike di Meglio em seu benefício, como explicou.

“O Mike e eu trabalhámos em conjunto na mesma direcção, isto no que toca à afinação,” disse Smith. “Estamos a avaliar diferentes formas e a falar um com o outro sobre a direcção que julgamos ser a melhor para seguir com a moto. Fizemos algumas tiradas com os dois a rodar e foi uma grande ajuda poder contar com a experiência dele.”

Com a confiança a crescer, o vice-Campeão do Mundo de 125cc de 2009 está agora apostado em manter o actual nível de progressos nos Testes do Estoril e Jerez com o objectivo de estar o mais competitivo possível para a primeira ronda do ano no Qatar, a 20 de Março.

“Estou a melhorar e a ter melhores sensações a cada volta que faço,” afirmou Smith. “Ainda estamos longe de onde queremos estar, temos de trabalhar muito, mas seria bom trabalhar para ser o Melhor Estreante do Ano. Estamos um pouco longe disso neste momento, pelo que temos de ver como correm os próximos Testes de pré-época e o evoluir da temporada.”

“Vou aprender com todas as corridas e estou desejoso por fazer mais voltas e progredir com a Tech 3,” concluiu.

Tags:
Moto2, 2011, Bradley Smith, Tech 3 Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›