Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Stoner termina segunda Teste no topo

Stoner termina segunda Teste no topo

O piloto da Repsol Honda foi o mais rápido do segundo Teste Oficial de MotoGP de 2011, na Malásia. Muito perto ficou o companheiro de equipa Dani Pedrosa numa impressionante demonstração de força da RC212V. Ben Spies foi o melhor piloto Yamaha em quinto, com Valentino Rossi em 11º.

O terceiro e último dia do segundo Teste de pré-época de MotoGP, em Sepang, terminou nesta quinta-feira com Casey Stoner a assinar o melhor tempo, tal como nos dois primeiros dias de trabalho. Bem abaixo dos 2m00s, Stoner parou o cronómetro nos 1m59,665s – o recorde do traçado de Valentino Rossi, de 2009, já tinha sido batido pelo australiano e por Dani Pedrosa no dia anterior – dando assim continuidade à impressionante mudança para RC212V.

De forma geral, tratou-se de mais um notável Teste para Honda com a RC212V a reclamar as quatro primeiras posições da tabela do quarto dia. Atrás de Stoner, e também abaixo dos dois minutos, ficou o companheiro de equipa Pedrosa, a pouco mais de um décimo de segundo com um tempo de 1m59,803s. Ambos passaram o Teste a comparar opções de chassis e a trabalhar na estabilidade em travagem.

Marco Simoncelli, mais rápido do primeiro ensaio em Sepang há três semanas, foi o terceiro com um esforço de 2m00,163s. O piloto da San Carlo Honda Gresini ficou satisfeito com a prestação apresentada tanto com pneus duros como macios ao longo dos três dias, se bem que o problema principal do italiano continua a ser a aderência lateral. O terceiro piloto da Repsol Honda, Andrea Dovizioso, foi o último a rodar a um segundo da frente, terminando em quarto com um crono 2m00,541s.

Após o quarteto da Honda surgiu um trio de Yamahas, com o piloto de fábrica Ben Spies a ser o melhor da armada M1 nesta quinta-feira com o quinto registo. Concluindo o trabalho mais cedo por se ter ressentido da queda que sofreu ao final do dia de ontem, o americano centrou-se na electrónica e chassis durante a manhã para assinar um tempo de 2m00,678s, mais 1,013s que Stoner.

Colin Edwards, da Monster Yamaha Tech 3, também terminou o trabalho antes do tempo, mas não sem antes registar uma marca de 2m00,966s, o que o colocou à frente do Campeão do Mundo Jorge Lorenzo. O piloto da Factory Yamaha Racing ainda acredita que a M1 requer mais potência para fazer face aos rivais e com um total de 48 voltas o espanhol não conseguiu melhor que 2m01,003s, a 1,3s do topo da tabela de tempos.

Álvaro Bautista garantiu a oitava posição, liderando um trio de pilotos que se está a preparar para a segunda temporada na categoria rainha. O piloto da Rizla Suzuki terminou à frente de Hiroshi Aoyama, que escapou ileso de uma queda na Curva 9, e de Héctor Barberá, que foi o melhor piloto Ducati deste último dia de Testes com a máquina da Mapfre Aspar, que apresentou nova caranagem.

De regresso à acção depois de ontem não ter rodado devido a doença, Valentino Rossi efectuou 59 voltas aos comandos da Ducati de fábrica e tentou tirar o máximo partido do último dia de trabalho. O italiano terminou em 11º, com um tempo de 2m01,469s, um esforço igualado pelo companheiro de equipa Nicky Hayden e que deixou a dupla a 1,804s da frente. O americano parece ter resolvido o seu principal problema com as vibrações da GP11, mas continuou a debater-se com dificuldades em curva.

Loris Capirossi, da Pramac Racing, não ficou muito longe em 13º, com o estreante britânico Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3), Randy de Puniet (Pramac Racing), Toni Elías (LCR Honda) e Karel Abraham (Cardion AB Motoracing) a completarem a tabela de tempos do último dia deste segundo Teste do ano.

Pode ver os resultados de cada um dos dias de Testes carregue aqui.

Tags:
MotoGP, 2011

Outras actualizações que o podem interessar ›