Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Spies satisfeito e Lorenzo frustrado após Teste do Qatar

Spies satisfeito e Lorenzo frustrado após Teste do Qatar

Os pilotos da Yamaha Factory Racing tiveram reacções bem diferentes na segunda-feira após o final do Teste de pré-época de MotoGP em Losail.

A maior ameaça em pista esta noite para os pilotos da Yamaha Factory Racing, Jorge Lorenzo e Ben Spies, não foi outro piloto, mas antes os fortes ventos que se fizeram sentir no Circuito Internacional de Losail, no Qatar. A última sessão de Teste de pré-época de MotoGP antes do início da temporada no próximo fim-de-semana foi uma luta contra os elementos.

O americano Spies foi subindo de forma segura nas tabelas de tempos, chegando mesmo a ser o segundo mais rápido a meio do ensaio. Ele aproveitou a última oportunidade antes do fim-de-semana de corrida para trabalhar um pouco mais na afinação da geometria com o Chefe de Equipa Tom Houseworth, procurando mais aderência na pista e terminando o Teste em terceiro, a 0,613s da frente.

O companheiro de equipa de Spies, Lorenzo, lutou para dar um passo em frente face à noite de ontem, mas com os fortes ventos o maiorquino acabou por não conseguir encontrar a melhor afinação para as condições. Ele terminou a sessão com uma tirada longa para avaliar o consumo de combustível, concluindo o último Teste de pré-época em sétimo da tabela de tempos.

Ben Spies, 3º, 1m56,294s:

"Foi um bom Teste e estou contente com isso. Testámos algumas coisas diferentes hoje e melhorámos a moto um pouco mais. Agora temos alguns dias para vermos os dados e estamos prontos para o fim-de-semana de quatro dias; vamos ter mais oportunidades de rodar antes de domingo. Estava confiante ao cá chegar depois de Sepang, espero que sejamos capazes de melhorar ainda mais a moto antes da corrida. No ano passado vimos que a M1 funcionou muito bem em todas as pistas, é o ponto forte da Yamaha e penso que este ano será o mesmo."

Jorge Lorenzo, 7º, 1m56,707s:

"Hoje não foi um bom dia para mim. Não foi pela minha pilotagem, admito-o sempre que o é, lutámos com a afinação da moto durante a sessão e infelizmente não demos passos em frente. O vento esteve forte, mas isso foi um problema para todos. Também testámos diferentes braços oscilantes hoje, mas não trouxe qualquer melhoria. Vamos trabalhar ao longo dos próximos dias para melhorarmos para a próxima sessão na quinta-feira."

Wilco Zeelenberg, Director Desportivo Yamaha Factory Racing:

"Hoje esteve muito vento no Qatar, em comparação com ontem lutámos um pouco com as sensações e equilíbrio da moto por causa do vento. Fizemos uma tirada longa no final, apesar de não termos encontrado as sensações certas, mas queríamos ver o consumo e também recolhar mais informação da electrónica. A afinação da moto não esteve perfeita para isso, mas era necessário fazê-lo."

Massimo Meregalli, Director Desportivo da Yamaha Factory Racing:

"Estamos satisfeito com o acerto da moto do Ben, ele esteve consiste e rápido. O Ben não deu os 100%, o que nos deixa confiante para o fim-de-semana de corrida. Não fizemos uma tirada longo, mas conseguimos apresentar ritmo consistente e rápido com pneu usado. Não melhorámos muito face ao Jorge como queríamos, contudo completámos uma positiva tirada mais alargada para recolhermos importantes dados. Acreditamos que temos sessões suficientes antes da corrida de domingo para ambos os pilotos encontrarem a afinação certa e mais competitiva."

Comunicado de imprensa Yamaha Factory Racing

Tags:
MotoGP, 2011, Jorge Lorenzo, Ben Spies, Yamaha Factory Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›