Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Último dia complicado para Rossi

Último dia complicado para Rossi

O italiano sofreu queda na segunda-feira no Teste do Qatar, onde terminou em 13º na tabela de tempos. O companheiro de equipa Nicky Hayden foi nono.

A última sessão de Testes de pré-época de MotoGP terminou nesta noite de segunda-feira sob condições frias e ventosas no Circuito Internacional de Losail, no Qatar, onde os pilotos da Ducati Team, Nicky Hayden e Valentino Rossi, reduziram os seus tempos por volta face à noite de ontem. A equipa vai continuar a trabalhar arduamente para recuperar terreno quando começar a primeira sessão de treinos do Campeonato do Mundo na quinta-feira, seguindo-se depois a corrida a 20 de Março, domingo.





Nicky Hayden, 9º, 1m56,726s:

“Quando chegámos aqui esta tarde não sabia bem o quanto íamos rodar porque o vento estava muito forte. Começou a reduzir de intensidade quando começámos e fizeram um bom trabalho de limpeza na pista. Testámos algumas coisas diferentes e melhorou um pouco, mas não queríamos. Fiz duas tiradas longas e consegui fazer algumas voltas com um bom ritmo, tanto com pneus duro, como com macios. Terminou o dia com uma queda na Curva 2, onde muitos caíram esta semana. Perdi a frente. De todas as formas, chega de testes porque este fim-de-semana vai ser a valer. Sabemos que vai ser duro porque estão todos fortes, mas vamos dar o melhor para apresentarmos um bom espectáculo.”



Valentino Rossi, 13º, 1m56,988s:

“Diria que hoje foi um grande desafio: as condições do tempo estavam muito mais duras que ontem e tive mais uma queda ao escorregar numa linha branca. Felizmente apenas caí no chão – não foi nada de sério. O verdadeiro problema foi ter começado a perder força no ombro a cerca de hora e meia do final e não consegui puxar mais. Foi uma pena porque tinha feito o meu melhor tempo e podia ter melhorado ainda um pouco mais. Nem chegámos a montar os dois pneus macios que tínhamos. Comecei uma tirada longa, mas parei porque estava a perder força volta a volta. Digamos que não estamos tão longe como parece, mas ainda temos trabalho a fazer no que toca à moto e a mim próprio porque está claro que o ombro ainda não é capaz de suportar dias tão intensos de testes. Entre hoje e quinta-feira vou fazer exercícios ligeiros e massagens e depois veremos.”

Comunicado de imprensa Ducati Team

Tags:
MotoGP, 2011, Nicky Hayden, Valentino Rossi, Ducati Team

Outras actualizações que o podem interessar ›