Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Repsol Honda domina Top 3 no Qatar

Repsol Honda domina Top 3 no Qatar

Casey Stoner e Dani Pedrosa mantiveram as duas primeiras posições nas duas sessões de livres de hoje do Commericalbank Grand Prix of Qatar.

Stoner e Pedrosa foram os únicos a rodar no segundo 55 na FP, com Andrea Dovizioso a segui-los de perto com o quarto tempo, 1m56,116s. Na última sessão de livres a Repsol Honda viu o seus três homens rodarem no segundo 55 e ocuparem os três primeiros postos da tabela de tempos. Stoner conseguiu a melhor marca na 15ª das 16 voltas que efectuou com 1m55,035s – batendo o seu próprio recorde da pista que era de 1m55,153s. Pedrosa ficou a meros 16 centésimos, com 1m55,193s, enquanto Dovizioso garantiu o terceiro tempo (1m55,740s) na sua 18ª e última volta.

Stoner usou as duas sessões para compreender melhor a prestação da moto com pneus usados e terminou confiante de que pode atingir as suas metas com os frontais e traseiros da Bridgestone. Pedrosa também passou muito tempo a trabalhar com as borrachas para a qualificação e corrida de domingo. Dovizioso rectificou o problema que teve ontem com as vibrações na frente da moto e trabalho na afinação com vista à qualificação.

Casey Stoner, Repsol Honda

"Passámos a maior parte da segunda sessão desta noite com pneus usados para compreendermos melhor onde estamos com eles e estamos contentes com os resultados. Além disso, completámos cerca de 30 voltas com o pneu frontal, que também parece estar bem. Jogámos um pouco com a pressão dos pneus, mas de forma geral parecem muito consistentes de início a fim. Hoje testámos mais algumas coisas; na primeira sessão não conseguimos muitas melhorias face a ontem, mas na segunda demos grande passo em frente. Estou mesmo contente com o ritmo que temos, com a forma como estou a pilotar a moto e com a afinação.”

Dani Pedrosa, Repsol Honda

"Fizemos um bom trabalho hoje, em especial na FP3. Estivemos concentrados num bom tempo no início e depois centrámos as atenções no ritmo. Estou contente com a forma como tudo está a correr – isto mesmo sabendo que há alguns lugares onde podemos melhorar uns décimos. Temos de continuar concentrados para o fazermos amanhã. A nossa meta é a primeira linha par a qualificação. Aqui no Qatar o meu melhor resultado na grelha foi o sexto posto e gostava mesmo de estar na primeira linha amanhã. Esta tarde testámos os dois pneus, o duro e o médio, e ambos funcionaram bem. Sinto que o composto duro é melhor para a corrida, mesmo que esta tenha lugar uma hora mais tarde que os treinos de hoje e o composto macio é a melhor opção para a qualificação.”

Andrea Dovizioso, Repsol Honda

"Estou contente com o trabalho feito nos dois treinos de hoje e, é claro, com o terceiro posto. Não é o bastante porque o Casey e o Dani estão mais rápidos, pelo que temos de continuar a trabalhar para ganharmos alguns décimos. Hoje a equipa fez um grande trabalho para resolver o problema de ontem de vibrações a meio da curva. Também modificámos a afinação da forquilha, a meio entre 2010 e 2011. Isto fez com que tivesse melhores sensações e que também perdesse alguns bons aspectos do garfo de 2011, como a estabilidade em travagem e na entrada em curva. Amanhã vamos continuar a trabalhar na afinação da forquilha e a meta é fazer boa qualificação para termos boa posição na grelha. A corrida será algo diferente, longa e dura para todos. Acredito que podemos melhorar.”

Tags:
MotoGP, 2011, COMMERCIALBANK GRAND PRIX OF QATAR, Dani Pedrosa, Andrea Dovizioso, Casey Stoner, Repsol Honda Team

Outras actualizações que o podem interessar ›