Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Bautista operado com sucesso em Madrid

Bautista operado com sucesso em Madrid

O piloto da Rizla Suzuki foi submetido a nova operação na noite de quarta-feira após o regresso a Espanha desde o Qatar.

O piloto da Rizla Suzuki, Álvaro Bautista, sofreu queda durante uma sessão de treinos na noite de sexta-feira, 18 de Março, no Qatar, onde contraiu uma fractura transversal do fémur. Devido a questões logísticas que se prenderam com a transferência imediata num avião médico, o Dr. Ángel Villamor coordenou a operação de urgência de Bautista em conjunto com os médicos do Hamad Medical Corporation, um procedimento que teve lugar no hospital de Doha.

Os médicos no Hamad Medical Corporation procederam a uma fixação intramedular da fractura com parafusos. Durante o processo os médicos suspeitaram do desenvolvimento de uma forma do síndroma de compartimentação, causado pelo derrame interno na coxa, e decidiram fazer uma incisão da anca até ao joelho para aliviar a inflamação do músculo. Esta incisão foi mantida aberta e tentou-se, 48 horas mais tarde, novo procedimento para o fecho da mesma, mas sem sucesso.

Às 20 horas locais de ontem Baustista aterrou em Madrid num avião médico e foi transferido de ambulância para o Hospital USP San José – algo que ele tinha pedido aquando do acidente. Baustista recebeu uma transfusão de sangue depois de ter pedido mais de um litro devido à fractura.

À chegada ao hospital Bautista foi recebido pelo Dr. Ángel Villamor, Director Médico do IQTRA e de traumatologia do Hospital USP San José. A condição geral de Bautista era positiva, apesar de ter chegado cansado. Foi levado a cabo de imediato um teste ao sangue que revelou o aumento dos níveis de hemoglobina, com as subsequentes Ressonâncias Magnéticas e ecografias a confirmarem a presença localizada de um derrame interno na coxa.

Nos exames foi também confirmada a correcta fixação da fractura do fémur.

Atendendo à situação e com o paciente estabilizado, o Dr. Villamor decidiu levar a cabo nova operação para iniciar a redução dos músculos quadrícipes que tinham herniado através da ferida aberta (de 6x30cm no lado externo da coxa). Foi usada uma rede cirúrgica para fechar e suturar a pele na coxa, além de lhe terem sido preventivamente receitados antibióticos, o que ajudou Bautista a ter uma noite mais confortável. Esta manhã (quinta-feira), depois de novo exame pelo médico, Bautista submeteu-se à primeira sessão de fisioterapia durante a qual se mostrou optimista.

O piloto deverá continuar no hospital por mais dois a três dias, com medicamentos e fisioterapia intensiva a serem administrados para evitar complicações e acelerar a recuperação.

Tags:
MotoGP, 2011, COMMERCIALBANK GRAND PRIX OF QATAR, Alvaro Bautista, Rizla Suzuki MotoGP

Outras actualizações que o podem interessar ›