Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Jerez é próxima paragem do MotoGP

Jerez é próxima paragem do MotoGP

A segunda jornada do Campeonato do Mundo de 2011 faz-se no circuito espanhol, com o primeiro líder Casey Stoner a ser seguido de perto pelo Campeão do Mundo Jorge Lorenzo, pelo companheiro de equipa Dani Pedrosa e pelo demais pelotão da categoria rainha.

Jerez de la Frontera é a primeira paragem europeia do Campeonato do Mundo de MotoGP de 2011 neste fim-de-semana, com famoso circuito espanhol a receber a segunda prova do ano. Com o público a ir, por norma, além dos 120.000 espectadores no circuito no dia da corrida, o Gran Premio bwin de España promete um fim-de-semana repleto de entretenimento em pista e grande atmosfera.

Após a vitória na estreia com a Repsol Honda no Qatar, Casey Stoner é o líder inicial de 2011 depois de ter sido o primeiro piloto Honda a vencer a ronda inaugural da época desde 2003. Stoner, contudo, só por uma vez subiu ao pódio em Jerez e em todas as classes (2009) e vai ter de contar com a forte oposição do Campeão do Mundo Jorge Lorenzo e do seu próprio companheiro de equipa na Repsol Honda, Dani Pedrosa, ambos apostados em brilhar perante o público da casa.

Lorenzo é o único piloto não Honda entre os cinco primeiros no Qatar e o homem da Factory Yamaha Racing estará apostado em deixar clara a mensagem que foi o seu segundo posto em Losail. Com Lorenzo a ter conquistado a primeira vitória de MotoGP em casa no ano passado, em Jerez, graças a uma ultrapassagem a Pedrosa na última volta, a dupla vai tentar melhorar os resultados conseguidos na ronda de abertura da temporada. Pedrosa espera também não voltar a sentir fortes reacções da ainda lesionada clavícula, como lhe aconteceu no final da corrida do Qatar e que o levou a um exame médico na semana passada.

Os Andrea Dovizioso (Repsol Honda) e Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini) já tiveram sucesso na pista no passado, nas categorias mais baixas, e estão de olhos postos na conquista de um primeiro pódio na categoria rainha neste fim-de-semana em Jerez, isto enquanto Ben Spies (Factory Yamaha Racing) espera melhorar o sexto posto do Qatar.

Valentino Rossi é o mais bem sucedido piloto de sempre no circuito de Jerez, com seis vitórias na categoria rainha na pista, e o italiano iniciou a sua carreira na Ducati com o sétimo lugar no Qatar. Ainda em processo de adaptação à GP11 e concentrado na recuperação do ombro, Rossi e o companheiro de equipa na Ducati Team, Nicky Hayden, vão estar concentrados em aumentar o total de apenas um pódio da marca na era das 800cc (Stoner, 2009) naquele que é o último ano desta capacidade.

Colin Edwards (Monster Yamaha Tech 3) terminou no pódio em Jerez em 2007, enquanto o seu companheiro de equipa Cal Crutchlow leva a cabo a segunda corrida de MotoGP confiante após sólida estreia no Qatar. Hiroshi Aoyama (San Carlo Honda Gresini) vai para a prova depois de ter iniciado o ano com um resultado nos dez primeiros e com um triunfo na pista na classe de 250cc, enquanto Héctor Barberá (Mapfre Aspar Team) e o estreante Karel Abraham (Cardion AB Motoracing) procuram progredir.

A dupla da Pramac Racing, Loris Capirossi e Randy de Puniet, vai tentar ultrapassar o início de época desapontante, assim como Toni Elías (LCR Honda), que venceu no traçado no ano passado na Moto2.

Álvaro Bautista continua de fora após ter sido operado ao fémur esquerdo que fracturou durante os treinos no Qatar. O lugar do espanhol na Rizla Suzuki será ocupado pelo americano John Hopkins, que faz a primeira corrida de MotoGP desde o GP de Valência de 2008.

Tags:
MotoGP, 2011, GRAN PREMIO bwin DE ESPAÑA

Outras actualizações que o podem interessar ›