Compra de bilhetes
Compra de VideoPass

Lüthi lidera caminho em Jerez

Thomas Lüthi (Interwetten Paddock Moto2) liderou a tabela de tempos na primeira sessão de treinos de Moto2 com vista ao Gran Premio bwin de España deste fim-de-semana. O piloto da Suter terminou à frente do vencedor da corrida do Qatar Stefan Bradl (Viessmann Kiefer Racing) e de Alex de Angelis (JiR Moto2) em FP1.

A volta do piloto suíço, em 1m43,528s, foi 0,315s mais rápida que a do actual líder da classificação Stefan Bradl, vencedor em Losail. Lüthi terminou em terceiro em Jerez em 2010, o seu melhor resultado no traçado, enquanto o melhor resultado de Bradl no circuito é um quarto posto, ainda do tempo das 125cc.

O terceiro melhor em FP1 foi De Angelis, que ficou a 0,671s do suíço. O italiano conta com bom conjunto de resultados em Jerez, com dois pódios nas 250cc. O quarto mais lesto foi Simone Corsi (Ioda Racing Project), e conta com uma vitória nas 125cc, há três anos. Corsi ficou a 0,674s da marca estabelecida pelo piloto da Interwetten Paddock Moto2.

O quinto melhor foi Mika Kallio for (Marc VDS Racing). O seu companheiro de equipa Scott Redding foi oitavo, garantindo que a Suter e a Marc VDS Racing terminassem nos dez primeiros.

O piloto da casa Julián Simón (Mapfre Aspar) terminou em sexto, seguido de perto por Michele Pirro (Gresini Racing Moto2), que ficou a 0,801 da frente.

A fechar a lista dos dez primeiros ficaram o gaulês Jules Cluzel (Forward Racing) e Dominique Aegerter (Technomag-CIP), que se quedou a pouco mais de um segundo de Lüthi.

Houve vários incidentes no início da sessão de Moto2, com Yuki Takahashi (Gresini Racing) e o wildcard Steven Odendaal (MS Racing) a sofrerem quedas, terminando ambos na gravilha, mas ilesos. O italiano Alex Baldolini (Forward Racing) também foi ao chão nos últimos segundos do treino.

Tags:
Moto2, 2011, FP1

Outras actualizações que o podem interessar ›