Compra de bilhetes
VideoPass purchase

Lorenzo e Spies nas duas primeiras linhas da grelha

Lorenzo e Spies nas duas primeiras linhas da grelha

Na sessão de qualificação desta tarde para o Gran Premio bwin de Espanã assistiu-se a melhores prestações dos dois pilotos da Yamaha Factory Racing, depois de um emocionante início de fim-de-semana. Jorge Lorenzo partirá para a corrida de amanhã da terceira posição da linha da frente da grelha, um lugar à frente do seu companheiro de equipa Ben Spies.

O Campeão do Mundo de MotoGP assegurou o seu melhor tempo do fim-de-semana durante os treinos livres da manhã, com 1m39,682s, trabalhando depois com a equipa para conseguir ainda mais aderência na sua M1 durante a tarde. O maiorquino liderou a sessão de qualificação desde o início, caindo para terceiro já nos últimos minutos. Acabou por terminar a sessão a menos de duas décimas da pole e conseguiu ser um dos únicos três pilotos a rodar na casa de 1m38s. Ben Spies melhorou depois de um lento arranque de fim-de-semana. O texano tem lutar por se sentir confortável na sua Yamaha de fábrica e acabou por experimentar uma nova afinação na qualificação. Spies depressa conseguiu subir na tabela de tempos, apesar de ter perdido a frente da mota numa curva, que o obrigou a acabar a sessão de qualificação mais cedo. De qualquer forma, irá partir da segunda linha da grelha.

Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing

”Dei o máximo da primeira à última volta e melhorei o meu tempo da manhã. Fomos dos poucos a melhorar com condições mais difíceis, quando a pista estava em piores condições. Quando pudemos os pneus macios conseguimos fazer 1m38,9s que é um bom tempo e ficámos apenas a alguns milésimos do Dani Pedrosa e a menos de duas décimas do Casey Stoner. Estamos confiantes para amanhã e vamos tentar o pódio. Se a oportunidade surgir, então iremos lutar pela vitória".

Ben Spies, Yamaha Factory Racing

“Definitivamente foi a melhor sessão que fizemos até agora. Tenho de tirar o chapéu à minha equipa, porque tem sido um fim-de-semana duro. Em cada sessão de treinos tivemos duas motas diferentes para procurar a afinação certa. Eles têm feito um excelente trabalho ao porem-me mais confortável. Não digo que esteja já a 100%, mas desde sexta-feira foi um grande progresso. Na qualificação tive também de fazer a minha parte e esforçar-me para me aproximar da frente da grelha e tudo funcionou. É mesmo um esforço de equipa, pedi muito e eles corresponderam. Tive uma pequena queda, daquelas em que se entra já na curva a perceber que fizemos um erro e tentei abrandar, mas acabei por perder a frente”.

Tags:
MotoGP, 2011, GRAN PREMIO bwin DE ESPAÑA, Ben Spies, Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing

Outras actualizações que o podem interessar ›